Zagueiro emprestado pelo Bahia sofre ruptura do ligamento

O jogador tem vínculo com o Bahia até o final de 2022 e disputou 11 jogos em 2021

Oriundo do clube Força e Luz, do Rio Grande do Norte, o zagueiro Ignácio foi contratado pelo Esporte Clube Bahia em 2018, no entanto, não se firmou no elenco principal do tricolor de aço, sendo utilizado mais vezes na equipe sub-23 que disputou o Campeonato Baiano. Foi emprestado ao CSA, onde atuou em apenas três partidas. Retornou ao Bahia e novamente foi emprestado a Chapecoense por indicação do técnico Mozart para disputar pela primeira vez o Campeonato Brasileiro da Série A. O jogador tem vínculo com o Bahia até o final de 2022 e disputou 11 jogos em 2021 pelo tricolor, oito pelo time de transição e três pela equipe principal. Ele foi emprestado a Chape até o fim de 2021.

 

No entanto, na última partida da Chapecoense, contra o Juventude, o jogador de 24 anos saiu de campo sentido muitas dores na região do joelho já nos minutos finais da partida. Ele foi examinado nesta terça onde ficou confirmada a ruptura do Ligamento Colateral Medial (LCM) do joelho e estará fora nos gramados por um longo período, porém, segundo nota da Chapecoense, tratamento adotado para a recuperação da lesão será conservador, o que significa que o atleta não será submetido a intervenção cirúrgica.

Natural de Currais Novos (RN), Ignácio da Silva Oliveira chegou ao Bahia inicialmente por empréstimo, em 2018. Na primeira temporada, se destacou no Brasileiro de Aspirantes, ficando em definitivo. Porém, teve poucas oportunidades no time de cima. Em 2019, disputou 3 jogos pelo time principal no Baianão e 14 pela equipe sub-23 no Brasileiro de Aspirantes. Em 2020, era titular absoluto com Dado Cavalcanti no Campeonato Baiano, disputando os seis primeiros jogos, porém, com o fim do time de transição, acabou virando reserva da equipe alternativa que passou a ser comandada por Roger Machado. Sem espaço, acabou sendo emprestado ao CSA, onde disputou 3 jogos na temporada 2020. Com o fim do empréstimo, retornou ao Bahia no início de 2021 para reforçar o time de transição no Campeonato Baiano, chegou a ser relacionado para jogos do time principal, mas foi novamente emprestado, agora a Chapecoense.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*