Vitória x CSA: Triunfo simples pode reconduzir o Leão para o G4

Vitória segue sem poder contar com o lateral-esquerdo Rafael Carioca

A 12ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, ao contrário das edições anteriores, não será pulverizada durante a semana. Começou na segunda-feira com o empate entre CRB e América-MG, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, terá sequência nesta terça-feira com sete jogos, entre eles, o jogo entre Vitória e CSA, e será complementada na quarta-feira com dois jogos.

 

Rodada chave para o Esporte Clube Vitória pela boa oportunidade de acessar o G4 onde já esteve, saiu, mas segue remando na direção certa novamente. Invicto em casa com um aproveitamento de 4 triunfos em cincos jogos, o Leão vencendo como sempre esperamos, beneficiado com o empate do América-MG, supera o time mineiro, contabiliza 20 pontos e se apropria da quarta posição, mas com um porém, é preciso adicionar o triunfo uma derrota ou até mesmo um empate da Chapecoense que encara o vice-líder Paraná, no Estádio Durival de Brito, em Curitiba. As chances são prováveis.

No entanto, o Vitória vai encarar um CSA em ascensão. O time alagoano que vem do Brasileiro da Série A no ano passado começou a Série B bem. Venceu no jogo de estreia contra o Guarani, contudo, depois disso, desceu a ladeira vertiginosamente perdendo seis das sete partidas disputadas. Mudou de técnico, saiu Argel Fucks, entrou técnico Mozart e o time mostrou evolução, emplacou duas vitórias consecutivas (Cruzeiro e Juventude) marcando seis gols na soma dos jogos, e como consequência, pulou fora da zona de rebaixamento e se instalou na 14º lugar, com 10 pontos com o jogo a menos, já que o duelo contra a Chapecoense válido pela segunda rodada ainda não foi realizado. Portanto, moleza, seguramente o Leão não encontrará.

Para a partida contra o CSA, o técnico Bruno Pivetti segue sem poder contar com o lateral-esquerdo Rafael Carioca, que iniciou a fase transição, e o lateral-direito Van, ainda em tratamento no departamento médico. Por outro lado, o meia Juninho Quixadá, recém-contratado, foi relacionado pela primeira vez e ficará como opção no banco de reservas. A única dúvida no time é no setor de ataque. Ewandro, que teve excelente estréia saindo do banco e dando duas assistências na vitória sobre o Oeste por 3 a 1, disputa posição com Vico.

A escalação do Vitória contra o CSA deve ter: Ronaldo; Jonathan Bocão, João Victor, Wallace e Thiago Carleto; Lucas Cândido, Guilherme Rend e Marcelinho; Vico (Ewandro), Léo Ceará e Alisson Farias.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*