Ex-goleiro Dida retorna ao Milan após 10 anos para ser treinador de goleiros

Dida fez história no clube de milão atuando 302 jogos e com 7 títulos

Após pendurar as chuteiras em 2016 logo após o encerramento do seu contrato com o Internacional, o ex-goleiro Dida concluiu um curso de gestão de futebol no Colorado para se tornar treinador, e na mesma temporada, chegou a ser auxiliar-técnico do holandês Clarence Seedorf, no Shenzhen FC, da segunda divisão da China. Agora o ex-arqueiro, revelado nas divisões de base do Vitória, está de volta ao Milan, clube onde atuou de 1999 até 2010 e se tornou ídolo e fez sucesso, disputando ao todo 302 jogos e conquistando sete títulos, dentre eles duas Liga dos Campeões. O retorno ainda não foi anunciado oficialmente, mas foi antecipado pelo jornalista italiano Gianluca DiMarzio, especialista no mercado de transferências do país.

 

Revelado nas divisões de base do Esporte Clube Vitória, onde foi campeão baiano de 1992, o baiano Dida vestiu as camisas de Cruzeiro, Corinthians, Portuguesa, Grêmio e Internacional, no futebol brasileiro. Acumula passagens de sucesso também na Europa defendendo o Lugano, da Suíça, e o Milan, da Itália, onde foi campeão duas vezes da Liga dos Campeões. Ele também fez parte do elenco da Seleção Brasileira, campeã da Copa do Mundo em 2002, sendo um dos goleiros convocados ao lado de Marcos e Rogério Ceni. Após deixar o Milan, em 2010, o ex-jogador pretendia se aposentar, mas acertou com a Portuguesa, onde teve grande destaque, se transferindo para o Grêmio e depois acertando o rival Internacional.

VEJA TAMBÉM

 

Deixe seu comentário