Em reunião com a CBF, clubes decidem estender férias dos jogadores

a volta que seria dia 21 de abril, passa para início de maio

Na tarde desta terça-feira (14), representantes dos clubes das séries A e B voltaram a se reunir com a Confederação Brasileira de Futebol por vídeo-conferência e após a reunião virtual ficou decidido pela prorrogação das férias dos jogadores por mais 10 dias. Desta forma, a volta que seria dia 21 de abril, passa para início de maio. A decisão tem efeito dos clubes e federações ganharem mais tempo para organizar os departamentos e protocolos médicos para possível retorno ao futebol. O presidente do Fluminense, Mário Bittencourt, encarregado da negociação com os atletas, vai repassar a decisão aos atletas e sindicatos.

 

Presidente do Atlético-MG, Sergio Sette Câmara falou sobre a intenção de aumentar o período de férias. Mas mostrou preocupação com o que vai vir depois do fim do novo período. “A ideia é aumentar para mais 10 dias. Isso vai acontecer não só com o Atlético, mas com todos os clubes. Até por orientação da própria CBF, da Comissão Nacional dos Clubes. Mas, depois, a partir de 1 de maio, essas férias acabam e aí, como é que vai ser? A tendência é a licença remunerada, mas até quando os clubes conseguirão pagar essas licença remunerada é o “xis” da questão” disse o dirigente do Galo.

Bellintani nega informação sobre proposta para novo formato da Série A

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*