Atacante revela saudade do Bahia e pretende voltar ao clube um dia

"Quem sabe um dia eu possa retornar", disse

Foto – Felipe Oliveira/EC Bahia

Contratação mais cara da história do Bragantino, que passou a ser comandado pela Red Bull em abril de 2019, o atacante Artur foi um dos destaques do Esporte Clube Bahia na temporada 2019, atuando em 55 partidas e marcando 10 gols. O Palmeiras até cogitou utilizar o atleta em 2020, mas diante da necessidade de reequilibrar o caixa, acabou aceitando a proposta de R$ 25 milhões do clube de Bragança Paulista. Artur tem cinco anos de contrato com o Bragantino e um “projeto internacional” focado numa transferência para o futebol europeu no futuro, como destacou o empresário em entrevista a Jorge Nicola, no entanto, o jogador revelou sentir saudades do Esquadrão e deseja um dia voltar ao clube.

 

“Pretendo demais, demais. Sinto muita saudade de lá, do ambiente baiano, do clima da torcida antes do jogo. Então eu pretendo sim. Quem sabe um dia eu possa retornar e dar alegria a
essa torcida”, disse, em entrevista esta semana.

Com 58 assistências para finalização no Campeonato Brasileiro de 2019, Artur foi o 5º atleta que mais deu passes para seus companheiros concluírem em gol na competição e o líder do fundamento no time comandado pelo técnico Roger Machado. No Brasileirão, apenas Carlos Sánchez (81), do Santos, Dudu, do próprio Palmeiras (75), Éverton Ribeiro (75), do Flamengo, e Cazares (65), do Atlético Mineiro, criaram mais chances. Apesar das muitas oportunidades geradas, apenas três delas terminaram nas redes. Em contrapartida, Artur estufou as redes sete vezes, terminando como o vice-artilheiro do Bahia atrás somente de Gilberto, principal goleador com 14.

Natural de Fortaleza (CE), Artur começou na base do Palmeiras e foi promovido ao elenco principal em 2016, porém, fez apenas uma partida pelo profissional. No primeiro semestre de 2017 atuou por empréstimo no Grêmio Novorizontino, fazendo apenas 5 jogos no Paulistão, mas se destacou pelo Londrina na Série B do mesmo ano, marcando 8 gols e dando 11 assistências em 36 partidas. Em 2018, retornou ao Palmeiras e foi incorporado ao elenco principal, dessa vez, atuando em 7 partidas (5 pelo Brasileiro e 2 pela Copa do Brasil). Sem espaço com Felipão, foi emprestado ao Bahia.

Bahia e Atlético-MG queriam Artur no fim do ano passado, diz empresário

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*