Atacante valoriza retorno do Vitória ao Barradão: “Nos traz mais força”

"Temos que tirar o melhor proveito do nosso estádio”, disse

FOTO: MAURICIA DA MATTA / EC VITÓRIA

Com a mudança dos mandos de campo nas rodadas 32, 33 e 35 para o Estádio Manoel Barradas, ficou decidido que o Esporte Clube Vitória não jogará mais na Arena Fonte Nova nessa reta final de Série B. As partidas aconteceriam na Arena Fonte Nova, já que o clube rubro-negro havia firmado o contrato com a concessionária que administra o equipamento do governo do estado, no entanto, foram apenas três jogos disputados na Arena, contra Guarani, Atlético-GO e Sport-PE, sendo que dois deles a renda foi negativa. Após isso, o clube chegou até a informar que mandaria apenas alguns jogos com maior apelo na Arena, mas voltou atrás e não jogará mais lá esse ano. Os últimos quatro jogos como mandante serão contra Figueirense, Brasil de Pelotas, CRB e Coritiba. O atacante Felipe Garcia valorizou o retorno ao Barradão e quer tirar o melhor proveito do favor casa.

 

“A gente teve essa mudança para o Barradão. Óbvio que o clima, atmosfera, é um pouco diferente. É a casa do Vitória, o torcedor tem costume de vir para o Barradão, é rotina. A vinda para o Barradão nos traz mais força, sabemos da importância que tem aqui, os adversários também sabem como é vir jogar aqui. Temos que tirar o melhor proveito do nosso estádio”, disse em entrevista coletiva.

Vale lembrar que o Vitória fechou um acordo com a concessionária que administra a Arena Fonte Nova para mandar seus jogos lá até o final de 2022. No entanto, de acordo com informação do Correio, o contrato ainda não tinha entrado em vigor e o Leão acertou vínculos jogo a jogo para as sete partidas até o final de 2019. A tendência é que só volte a atuar na Fonte em 2020. Porém, a presença de público não foi a esperada pelas partes. A estreia, na derrota para o Guarani por 1 a 0, recebeu 17.531 torcedores, mas nos empates por 0 x 0 contra Atlético de Goiás e 2 x 2 com o Sport-PE, a Arena teve 6.428 e 7.143, respectivamente, com renda negativa.

Vitória precisa vencer pelo menos 4 dos 8 jogos para escapar da degola

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário