Vitória precisa vencer pelo menos 4 dos 8 jogos para escapar da degola

o Leão tem 41,5% de chances de queda, apontam os matemáticos

Foto: Pietro Carpi / ECVitória

Sofrendo desde o início do campeonato, o Esporte Clube Vitória terá oito decisões para sacramentar sua permanência na Série B em 2020. O Leão ainda encontra-se em situação delicada. Após perder para o Londrina, por 1 a 0, no Barradão, o Rubro-Negro permaneceu com os mesmos 33 pontos, porém, na porta do Z-4, 16º lugar, dois pontos acima de Figueirense e Vila Nova, dupla que abre o Z-4. Os matemáticos da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) apontam o clube baiano com 41,5% de chances de queda, acima de São Bento (91,5%), Criciúma (83,5%), Figueirense (63,4%) e Vila Nova (62,5%).

 

Para conseguir a manutenção, o clube trabalha com a meta de 45 pontos, ou seja, precisaria vencer QUATRO dos últimos oito jogos, um aproveitamento de 50%. “Porcentagem boa, 50%. Depende de nós. Sabemos que vai ser difícil. Entramos em um campeonato de oito rodadas. Temos que fazer por onde. Estamos aproveitando esses dias para trabalhar forte, sabedores que vamos encontrar dificuldades. A gente não pode falhar”, disse o atacante Felipe Garcia.

Para seguir em busca desse objetivo, o Rubro-Negro já tem confronto no próximo domingo, contra a Ponte Preta, às 16h, no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. “A gente sabe que a Ponte Preta é forte dentro de casa, mas também já teve revés dentro de casa. Vamos trabalhar em cima das suas fraquezas para sair de lá com o resultado positivo, que é a única coisa que nos interessa nesse momento”, finalizou o jogador em entrevista coletiva.

 

 

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*