Mais problemas: Bahia pode perder dois jogadores por um longo tempo

Ernando e Rogério podem ter de passar por cirurgia

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Além do meia Alejandro Guerra, que sofreu entorse do joelho direito no lance do pênalti na derrota por 1 a 0 para o Santos e tem suspeita de estiramento ligamentar, o Esporte Clube Bahia tem mais dois problemas, revelados pelo médico do clube, Rodrigo Daniel, em entrevista neste sábado após a partida em Pituaçu. O atacante Rogério, que sofreu uma luxação no ombro, e o zagueiro Ernando, que vem tratando uma hérnia de disco, podem ter de passar por cirurgias por conta das lesões e desfalcar o Esquadrão por um longo tempo.

 

“Rogério teve uma luxação no ombro esquerdo no treino de sexta. Eu estava no treino, reduzi rapidamente o ombro. Fizemos um exame de imagem, e existe a possibilidade de cirurgia. A gente vai definir na segunda. Se for cirúrgico, ele deve ficar afastado por três a quatro meses”, disse sobre o atacante.

No caso de Ernando, a equipe médica do Bahia vai receber o auxílio de um especialista em coluna para avaliar o que deve ser feito. O zagueiro tem feito tratamento conservador no centro de treinamento. “Teve um diagnóstico de hérnia de disco e tem um tempo de recuperação de mais ou menos 30 dias. Vem em evolução favorável, porém lenta. Essa semana a gente vai ter o auxílio de um especialista em coluna para ver se ficaremos no tratamento conservador ou se é caso para cirurgia”, explicou.

O Doutor também falou sobre a situação do lateral-direito Nino Paraíba, que sofreu uma entorse no tornozelo na última quarta-feira, diante do Grêmio. “Entorse tornozelo esquerdo. Evolução muito boa, favorável, já anda sem dificuldade. Está tratando em dois turnos no Fazendão. Eu o vi hoje de manhã; evolui bem, e é um jogador que, pelas características da lesão, preocupa para quarta. A gente espera que ele continue evoluindo bem e que terça consiga descer para o campo e testa-lo”, disse.

Guerra tem suspeita de estiramento ligamentar, diz médico do Bahia

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*