Em jogo fraco, Bahia empata com a Chape e chega a sete jogos sem vencer

Esquadrão ainda não venceu após o recesso da Copa América

Foto: Twitter / Chapecoense

Em duelo pobre tecnicamente nos 90 minutos e na maior parte entediante, o Esporte Clube Bahia ficou no merecido empate por 0 a 0 com a Chapecoense, na manhã deste domingo (28), na Arena Condá, em Chapecó, valendo pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Não faltou vontade ou disposição, no entanto, os times ficaram devendo na criatividade e produtividade. Com isso, o Esquadrão chegou a sequência de sete jogos sem vencer na temporada (cinco pela Série A e dois pela Copa do Brasil) e soma sua quarta partida consecutiva sem marcar gol (Santos, Grêmio, Cruzeiro e Chapecoense), além disso, mantém o TABU de nunca ter vencido atuando na Chape na Arena Condá.

 

Ainda sem vencer após a Copa América, o Tricolor Baiano chegou aos 16 pontos no Campeonato Brasileiro, se instalando temporariamente na 11ª colocação. Agora o Esporte Clube Bahia terá uma sequência de dois jogos complicados, primeiro no próximo domingo (04/08), contra o Flamengo, às 16h, na Arena Fonte Nova. Depois, no dia 11 de agosto, vai até a capital paulista enfrentar o Palmeiras, às 16h, no Allianz Parque.

Os primeiros minutos de jogo foram de uma pobreza técnica absurda, com muitos erros de passe e nenhum lance de criatividade, aliás, apesar de não ter faltado vontade, em todo primeiro tempo não tivemos um momento de emoção, a não ser uma falta cobrada por Camilo exigindo boa defesa de Douglas. Fora isso, apenas chutões e finalizações equivocadas. Aos 38, a Chape chegou a balançar a rede com Henrique Almeida, porém, o goleiro tricolor sofreu uma falta tripla que só foi marcada pelo VAR já que o árbitro de campo ficou indeciso, deixando um lance simples totalmente confuso pelo simples fato de não usar o apito.

No segundo tempo, o jogo ficou mais aberto, porém, as equipes seguiram com enormes dificuldades de criar alguma boa jogada que chegasse próximo de balançar as redes. Nos acréscimos, o time baiano chegou duas vezes, mas sem tanto perigo. O técnico Roger Machado mexeu colocando Shaylon no lugar do apagado Ramires, Clayton no lugar de Gilberto, e Fernandão no lugar de Lucca, mas nada se alterou dentro de campo. O Esquadrão iniciou o jogo com: Douglas; Ezequiel, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Eric Ramires; Artur e Lucca; Gilberto.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*