Enderson Moreira não teme demissão, mas admite péssima partida do Bahia

"Sou profissional e vou cumprir meu contrato", disse

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Autêntico vexame proporcionou hoje à tarde o Esporte Clube Bahia quando foi eliminado pelo Sampaio Corrêa, mesmo o time maranhense optando por poupar alguns dos seus jogadores titular já preocupado com o Estadual. Vale lembrar com o seu MELHOR, no seu apogeu, o Sampaio Corrêa encerrou sua participação na Copa do Nordeste como o pior segundo time do torneio. Antes do jogo contra o Bahia, o time do Maranhão havia conquistado dois pontos, ou seja, sem qualquer triunfo e completamente desmobilizado quando o assunto era Copa do Nordeste

Após o jogo, o técnico Enderson Moreira nada tinha para dizer. Dizer o que afinal? Apenas reconheceu que o time fez a pior partida sob seu comando e não havia qualquer motivo para contestar o triunfo maranhense. Foi novamente questionado sobre uma possibilidade de demissão, e mais vez se mostrou tranquilo, disse que irá até o fim do seu contrato ou quando o Bahia decida pelo contrário.

“Não tenho muito o que falar. Talvez foi o pior jogo sob o meu comando desde que eu cheguei. Um jogo que a gente não conseguiu produzir. A equipe toda, no geral, foi muito abaixo daquilo que pode fazer. A gente lamenta muito, porque estamos brigando o tempo todo para conseguir as classificações em todas as competições. Foi merecido o resultado para a equipe do Sampaio. Eles foram melhores, a gente não tem nem o que contestar em absolutamente nada. Eu faço meu melhor sempre. As pessoas que estão avaliando o trabalho estão observando. Eu não temo nada na vida. Eu saí do nada e cheguei aqui com muita dedicação e emprenho. Tenho fé e coragem sempre. Sou profissional e vou cumprir meu contrato até que o clube ache que é a hora de fazer uma troca. E sou muito grato”, afirmou.

Ouça o áudio da entrevista abaixo:

 

 

LEIA MAIS

Deixe seu comentário

2 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*