Zagueiro cobra R$ 4 milhões do Sport na Justiça do trabalho

Além de rebaixado, a situação do Sport-PE administrativamente é complexa. Nesta segunda-feira, o zagueiro Ronaldo Alves conseguiu rescisão do seu contrato com o clube que inicialmente iria até 2020. O jogador alegou na Justiça do Trabalho atrasos referentes a quatro meses de salários, além do 13º dos anos de 2017 e 2018, férias, falta de pagamento de três parcelas referentes a luvas da sua renovação contratual e depósitos de nove meses do FGTS, dividas que quando somam R$ 4.105.680 de acordo com o Globoesporte.com.

O Sport-PE através do seu presidente nega tal valor. Porém, Milton Bivar reconhece a divida, no entanto garante que o valor é de aproximadamente R$ 500 mil e jamais de R$ 4.105.680, por isto já adiantou que o clube irá contestar o valor na Justiça.



“Ele estava negociando conosco o parcelamento (da dívida) e de repente resolveu mudar de ideia. E claro que o valor não era esse (de R$ 4 milhões). Estávamos negociando entre R$ 450 mil e R$ 500 mil. Ele tem três ou quatro meses de salários atrasados, deve ter uns FGTS atrasados, mais algumas coisa e é isso”, disse, o presidente agora em entrevista ao site Superesportes.

Deixe seu comentário

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. 바카라사이트
  2. 토토사이트
  3. Butle gazowe - wymiana/napelnianie

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*