Em processo de democratização, Fluminense de Feira completa 78 anos

Fluminense de Feira promete um time competitivo em 2019

Não tão somente o Esporte Clube Bahia faz aniversário neste primeiro de janeiro. Outro aniversariante é o Fluminense de Feira que completa hoje 78 anos de existência, sendo um dos clubes profissionais que fazem parte da elite estadual. Fundado em 1954, quando entrou no ramo profissional, são 65 anos interruptos funcionando, proporcionando muitas emoções aos seus torcedores e a comunidade em geral que acompanha a trajetória do Touro do Sertão. Com a chegada de um novo ano, logicamente se renovam às perspectivas de que o tricolor feirense tenha um futuro melhor. O Fluminense caminha em passos largos para assumir como foi no passado, a terceira força do Futebol Baiano.

Há seis meses a frente do clube, o empresário José Francisco Pinto, o Zé Chico, tem empreendido uma série de ações no sentido de modernizar a administração do clube. “São grandes os desafios que temos pela frente, mas aos poucos, vamos buscando fazer: estamos buscando modernizar o marketing, implementar ações no tocante a nossa estrutura com um novo campo novo CT instalações remodeladas na concentração, academia e outras estruturas no CT, na nossa sede administrativa, um trabalho gigante, mas que estou juntamente com os demais companheiros buscando fazer com muito empenho e dedicação”, afirmou



As parcerias são um ponto destacado pelo dirigente. “Não podemos mais fazer as coisas ‘a ferro e fogo’ como antes porque o clube a amplitude que o clube atinge vai além do futebol e não dá mais para tratar as coisas de forma isolada, Aquilo que hoje é carente, nós estamos buscando parcerias como na base, onde fechamos com o FSA\Astro, no nosso marketing e outros setores, que por ventura sentirmos dificuldades buscaremos essa cooperação”, garantiu Zé Chico.

Junto com o presidente hoje compõem a diretoria do Fluminense, os vice-presidente Paulo Ribeiro e Junior Mesquita, os dirigentes Luís Paolilo Filho, Mizael Freitas, Fernando Tadeu Nascimento, o assessor de Comunicação Cristiano Alves. No Conselho Deliberativo, estão o presidente Jayro Miranda e os secretários Antônio Pinheiro e João Gualberto, além de outras pessoas que gostam do clube e colaboram indiretamente.

DEMOCRATIZAÇÃO

Outro aspecto importante é a democratização implantada no cube com eleições diretas para a diretoria executiva e Conselho Deliberativo. “Nosso mandato vai até o final desse ano e vamos realizar pela primeira vez a eleição direta com o associado tendo participação direta na escolha dos novos gestores. Temos uma grande expectativa de que o torcedor venha a se associar e pensando nisso é que estamos buscando implementar ações para atrair novos sócios que vai desencadear uma série de ouras situações positivas para o Fluminense”, observou o presidente Zé Chico em entrevista ao site oficial do Fluminense de Feira

 

VEJA TAMBÉM

 

Deixe seu comentário

1 Comentário

5 Trackbacks / Pingbacks

  1. Em processo de democratização, Fluminense de Feira completa 78 anos – Futebol Bahiano | Notícias da Bola
  2. 예스카지노 쿠폰
  3. https://potamy.pl/
  4. diario de Madryn
  5. 바카라

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*