Bahia e Vitória devem perder o patrocínio da Caixa Econômica Federal

Todos os clubes devem perder o patrocínio em 2019

A Caixa Econômica Federal oficialmente ainda não confirmou, mas é dada como certa que os dias de patrocínio do banco estatal no futebol estão chegando ao fim. O indício mais forte aconteceu ontem à tarde durante a posse do novo presidente da Caixa, Pedro Guimarães. No ato, o ministro da economia, Paulo Guedes, voltou a abordar o assunto, agora afirmando que “é possível fazer coisas cem vezes melhores com menos recursos do que gastar com publicidade em time de futebol”.

Além disso, já em dezembro do ano passado, o Tribunal de Contas da União(TCU), fez uma auditoria nos contratos de patrocínios esportivos das estatais brasileiras, entre eles a Caixa Econômica Federal, questionando a natureza das verbas destinadas aos clubes e entidades esportivas.



O tribunal então deu a orientação para que a partir de 2019, os atuais contratos não sejam renovados ou prorrogados, gerando a incerteza se o banco ficará ou não na camisa da Raposa. Bahia e Vitória recebem cerca de R$ 6 milhões para estampar a marca na parte frontal de sua camisa no ano passado. Em todo o Brasil, são 25 clubes que contam com o patrocínio da Caixa, que investe anualmente R$ 127 milhões no esporte.

VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário

3 Trackbacks / Pingbacks

  1. free games
  2. https://cryptoinvest.is/about-us/
  3. ซี ฉัตรปวีณ์ ตรีชัชวาลวงศ์

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*