Orçamento do Vitória para 2019 não é aceito pelo Conselho Deliberativo

A proposta orçamentária da diretoria era de R$ 73 milhões

Em reunião realizada na Toca do Leão, na noite da última quinta-feira (27/12), o Conselho Deliberativo do Vitória rejeitou a proposta orçamentária da diretoria para 2019, que girava na casa dos R$ 73 milhões. De acordo com o site Globoesporte, a decisão do foi baseada no fato da diretoria não ter entregue o orçamento ao Conselho Fiscal antes de submetê-lo a votação. O prazo para a apresentação do documento para elaboração de um parecer opinativo era o da 15 de dezembro.

Com a recusa, foi liberado um orçamento provisório da ordem de R$ 5 milhões para janeiro e foi marcado um novo encontro para o dia 28 do próximo mês para avaliar novamente o orçamento sugerido pela diretoria rubro-negra.

Segundo a ata da reunião, o presidente do Rubro-Negro, Ricardo David, argumentou que o mês de dezembro é ruim para discutir as finanças do clube, “pois se trata de período sensível com relação às principais receitas como vendas de jogadores, direitos televisivos e de negociações que vão municiar de informações a fim da construção do orçamento”. Ele sugeriu que uma mudança entre na pauta de discussão do Conselho.

Francisco Salles, vice-presidente do Leão, afirmou que não houve má-fé em não ter apresentado o orçamento para o Conselho Fiscal, e usou como justificativa para o atraso a queda de arrecadação do Vitória, que disputará a Série B em 2019 e terá as cotas televisas reduzidas.

A aprovação de um orçamento provisório já havia ocorrido para o início de 2018. Em dezembro de 2017, o Conselho Deliberativo do Vitória consentiu um montante de R$ 16 milhões para os dois primeiros meses do ano. Na época, o Conselho Fiscal também não recebeu a documentação a tempo para elaborar um parecer opinativo.



VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário

2 Trackbacks / Pingbacks

  1. Sapa night Trains
  2. w88

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*