Negociações com a Globo: Bellintani confiante em um final feliz para o Bahia

"Tenho sido paciente e cuidadoso", disse o presidente

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

As negociações entre Bahia e Globo para transmissão para TV aberta e PPV seguem amarradas de corda e certamente iniciará 2019 ainda sem acordo entre as partes. Em entrevista na noite desta segunda-feira (26/11) ao repórter Nilson Luiz, na rádio Itapoan FM (97,5), o presidente Guilherme Bellintani voltou a falar sobre o assunto. O mandatário disse que as conversas permanecem desde o início do ano e que tem mantido a paciência e o cuidado. Por fim, acredita que conseguirá um bom resultado para o clube.

“Tudo continua igual. É uma novela que a gente assiste, e depois assiste de novo. Estamos conversando desde o início do ano e tudo continua igual. É uma situação das mais relevantes para o futuro do clube. Tenho sido paciente e cuidadoso, como o tema merece. Tenho uma boa visão e experiência de negociação. No final das contas, acredito, sim, que conseguiremos um bom resultado nessas negociações”, disse o mandatário.

A proposta da Globo entregue ao Bahia, assim como Palmeiras e Atlético-PR, pelo visto permanece a mesma de antes. Para TV aberta, a divisão seria de 40% do valor total repartido entre os times (R$ 600 milhões), 30% por jogos exibidos e mais 30% pela performance. Porém, o impasse é ainda a tal redução financeira para quem havia fechado com o Esporte Interativo.



Em matéria veiculada no mês de setembro pelo Estadão, a Globo admitiu a possibilidade de não passar os 380 jogos. A transmissão das partidas passa por um impasse, já que Bahia, Atlético-PR e Palmeiras ainda não fecharam contratos com a Globo para a exibição das suas partidas em 2019. De acordo o jornal na época, o trio não aceitou a proposta para as duas outras plataformas (TV aberta e PPV) por discordarem de uma redução de 5% a 20% no valor.

VEJA TAMBÉM

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*