Ypiranga pronto para a decisão

Tudo pronto para a decisão. Com um rachão disputado na Fazenda do Menor, CT do Astro em Feira de Santana, o Ypiranga encerrou a sua preparação para o jogo contra o Jacuipense, amanhã às 15h no estádio Eliel Martins em Riachão do Jacuípe. É a primeira partida das semifinais da 2ª divisão do Baiano. A volta será disputada dia 8 (domingo) em Pituaçu. Além de uma vaga na decisão do campeonato, o Ypiranga luta para voltar à elite do futebol baiano, já que os finalistas garantem o acesso.

O Mais Querido enfrenta o Jacuipense com a vantagem de jogar por dois resultados iguais e decidir o confronto em casa. Mesmo assim, o técnico José Carlos Amaral deixou claro: nada de retranca ou jogo amarrado para sair com o empate.

“Não jogo pelo regulamento ou vantagem. A equipe tem uma forma de jogar. Ela se posta taticamente dentro ou fora de casa. E vamos fazer isso. O mínimo que eu posso fazer é não pecar pela inocência. O Barcelona era o favorito, deu Chelsea. Alemanha era favorita, a Itália passou. Esse favoritismo e vantagem dentro do futebol são relativos”, explicou ao lembrar os fracassos recentes do Barcelona pela Liga dos Campeões e da Alemanha pela Eurocopa.

O zagueiro Bira, o lateral-esquerdo Maílson e o volante Lídio seguem como dúvidas para o confronto de amanhã. Se não tem como confirmar os jogadores, pelo menos o técnico Amaral adianta que independentemente de quem jogue, a equipe não vai mudar a sua forma de atuar.

“É impor o nosso jogo. Não quero que o torcedor ou a imprensa pense que estou jogando pelo empate e que vou retrancar o time. Os trabalhos táticos e toda estratégia de jogo é a mesma do campeonato inteiro. O time que teve o melhor ataque e a melhor defesa vai mudar por quê?”, enfatizou.

Deixe seu comentário