Bahia ganhando de lavada do Vitória

EM 2011, O BAHIA TEM levado a melhor sobre o Vitória dentro e fora do campo. No último Ba-Vi, o Tricolor ganhou de 2 a 0 e, fora dos campos, tem lucrado mais com a venda de camisas oficiais: a cada dez que vende, apenas duas do Rubro-negro

saem das prateleiras. Uma explicação para a desigualdade é que o setor de marketing do Vitória passa por reestruturação, e o do Bahia, mais consolidado, apega-se ao retorno à Série A e às comemorações dos 80 anos de fundação do clube para impulsionar as vendas.

No final de 2010, o Bahia vendia, em média, 150 camisas por dia na loja oficial. Este ano, para superar o número, lançou o padrão oficial e duas camisas retrô. “Este tipo de camisa caiu no gosto do torcedor”, conta o diretor de marketing do Tricolor, Sasha Mamede. Um dos artifícios do clube para atrair o público é usar a numeração fixa em 2011.

Já no Vitória, somente Viáfara tem uma camisa personalizada. Além disso, fotos dos novos uniformes para 2011 vazaram na internet, e eles começaram a ser comercializados antes do lançamento.

Para tentar reformular a política do Vitória, o ex-secretário de comunicação da Prefeitura André Curvello foi chamado para assumir a diretoria de marketing. “Temos que quebrar o paradigma cultural do amadorismo”, explica Curvello.

03/04/2011 – Ao VIVO Vitória x Feirense

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*