CSA goleia o Vitória no Rei Pelé

Jogando agora à noite no estádio Rei Pelé, em Maceió, Vitória foi derrotado pelo CSA pelo placar de 4 x 1. Os gols dos alagoanos foram marcados por Celso, aos 20 minutos do segundo tempo e Alexandro, aos 40 minutos, Sinval, aos 45 minutos, fechou o caixão rubro-negro, enquanto Wanderson, aos 31, descontou para o Vitória; todos os gols foram marcados no segundo tempo. O Leão foi até Maceió sem alguns jogadores considerados titulares, que foram poupados. O zagueiro Wallace, o volante Neto Coruja, os meio-campistas Ramon Menezes e Bida, além dos atacantes Júnior e Elkeson, desfalcaram o time no duelo desta noite.

Com o resultado, o CSA assume a liderança isolada da competição com 17 pontos e quatro vitórias de forma isolada. O Vitória cai para a terceira posição e pode perder outras duas casas na tabela de pontuação, caso o Treze vença ou empate com o Fortaleza, no Castelão (o jogo começou às 20.30), e o Ceará derrote o Santa Cruz, hoje às 21:15, no Arruda. O próximo adversário do Vitória será o América-RN, sábado, ás 20h30min no estádio Manoel Barradas, pela 10º rodada, enquanto o CSA se depara com o Sergipe, no Estádio Lourival Batista, em Aracaju

Confira todos os detalhes do jogo numa matéria de autoria do jornalista Maurício Naiberg, veiculada no site Bahia Noticias. Em minutos o video com os gols da partida.

O JOGO

Primeiro tempo emocionante – Com uma liderança em jogo, Vitória e CSA fizeram um primeiro tempo digno de um grande clássico do futebol brasileiro. O time alagoano começou assustando logo aos 12min. O volante Lau pegou um rebote da entrada da área e acertou um foguete, que bateu na parte de dentro trave do goleiro Váfara e saiu. Cinco minutos depois, Alexsandro voltou a levar perigo ao colombiano. Ele entrou na área, passou pela zaga, e chutou de perna esquerda para a boa defesa do arqueiro rubro-negro.

O Vitória, que segurava os mandantes muito bem, ganhou um problema aos 21min. Segundo o bandeirinha, o lateral-direito Jonas agrediu o jogador do CSA e pediu a expulsão do jogador ao árbitro Anderson Freitas, que assim o fez. O Leão chegou a recuar um pouco depois que ficou com um a menos em campo, mas logo conseguiu equilibrar o duelo. Primeiro, na cobrança de falta de Fernando aos 32min, que exigiu boa defesa de Anderson. O camisa 1 do CSA voltou a trabalhar um minutos depois. Em rápida jogada de Renan Oliveira, a bola sobrou para Schwenk bater de primeira, para Anderson fazer outro milagre.

O retorno para o segundo tempo foi mais promissor para o Vitória, que começou em cima, pressionando o adversário. Logo aos quatro minutos, Kleiton Domingues recebeu bom passe na entrada da área e chutou com a perna esquerda, mas a bola foi por cima do gol de Anderson. O CSA respondeu aos nove. Peixinho cobrou e Viáfara salvou. No rebote, Alexsandro empurrou para o fundo das redes, porém, o bandeirinha viu o impedimento no lance.

Mesmo com o controle da partida nas mãos, o rubro-negro vacilou e deixou o time alagoano abrir o placar. Aos 21min, o lateral-direito Celso chegou com velocidade e entrou na área. Ele cruzou e a bola bateu no rosto de Vanderson, enganando Viáfara e entrando devagarzinho no fundo do gol do colombiano. Dez minutos depois, o “vilão” Vanderson, balançou as redes, agora do lado certo. Schwenk entrou pela direita e chutou rasteiro. O Pitbull, saindo de suas características, só teve o trabalho de dar um toquinho, deixando tudo igual no Rei Pelé. Mas, quando todos esperavam o empate, o rubro-negro voltou a falhar aos 38min. Brown dividiu bola com Gabriel e chutou para a defesa de Viáfara. A bola caiu nos pés de Everlan, que tocou na saída do rubro-negro.

Ainda deu tempo de Alexsandro e Sinval fazerem o terceiro e quarto. Alexsandro recebeu lançamento e tocou na saída de Viáfara. Quatro minutos depois, a bola foi cruzada para Sinval, que cabeceou firme, sem chances para o goleiro rubro-negro, determinando o placar final do confronto.

Campeonato do Nordeste
CSA 4 x 1 Vitória
Data: 07/07/2010
Horário: 19h
Local: Estádio Rei Pelé, em Maceió
Árbitro: Anderson Freitas (PE)
Assistentes: José Pedro Vanderlei (PE) e Marcelo Neves (PE)

CSA-AL
Anderson; Celso, Carlos Diogo, Sinval e Claudinho (Allyson); Serginho, Lau, Mádson e Everlan; Peixinho (Brown) e Alexsandro (Wilson).
Técnico: Lino

Vitória
Viáfara; Jonas, Anderson Martins, Reniê e Rafael Granja; Vanderson, Fernando, Kleiton Domingues (Soares) e Evandro (Gabriel Paulista); Renan Oliveira (Jacson) e Schwenck.
Técnico: Ricardo Silva

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*