E.C.Bahia faz a festa em Pituaçu lotado

Ontem, fui recriminado por ser apaixonado pelo Bahia, chamado de irracional e colocado entre os criminosos mais procurados pela INTERPOL pelo meu amigo Marcosacks. No entanto, isso parece tudo menor diante da felicidade que se aproxima logo mais com o meu Bahia contra o Sport. Hoje pela manhã começo a ver no sábado o céu azul, o batom vermelho de minha mulher e a sua pela branca que dão uma enorme vontade de beijar à vida. A Tribuna deste manhã é clara. O Bahia vai fazer uma linda festa, o clima de positividade e incentivo ao tricolor estarão presentes para alcançarmos o objetivo comum: a ascenção aos céus, a série “A”. Confira a matéria da Tribuna!

O Bahia vai contar com a força da torcida ao seu lado no jogo desta tarde, contra o Sport de Recife, no Estádio Governador Roberto Santos. O time do técnico Renato Gaúcho, em fase de ascensão, tem tudo para manter a liderança da Série B do Campeonato Brasileiro rumo à 1ª Divisão em 2011, e fazer uma grande festa tricolor nas arquibancadas do caldeirão do “PituAço”.

A procura pelos ingressos durante a semana foi impressionante. No primeiro dia de venda, foram cinco mil bilhetes. No segundo, a conta aumentou para 21.500. Ontem, os ingressos foram esgotados nos pontos oficiais de venda. Restam apenas nas mãos de cambistas. Carente de bons resultados, o torcedor voltou a sentir orgulho em vestir o azul, vermelho e branco. A região de Pituaçu deve ser pintada pela aquarela tricolorida logo nas primeiras horas de hoje.

Pintura que vai ser transferida também para dentro do estádio. Torcedores iniciaram uma campanha para formar um mosaico tricolor nas arquibancadas de Pituaçu utilizando bolas de soprar. A ideia ganhou força e contou com a adesão do departamento de marketing. Dez mil bexigas foram compradas pelo clube. Elas se juntaram às milhares doadas pela torcida para ajudar a dar o clima e transformar Pituaçu em um caldeirão.

O apoio da torcida será fundamental. A história mostra que um começo empolgante é resultado de tranquilidade ao longo da Série B e comemoração no final do ano. Não é por acaso que, desde 2008, o Bahia não teve nenhum começo como o atual. Na verdade, nos dois anos anteriores, o tricolor chegou ao G-4 somente duas vezes.

Em 2010, este tabu foi quebrado. O Bahia está entre os quatro primeiros colocados desde a rodada de estreia. Alcançou a liderança com a goleada sobre o Vila Nova e hoje, além de se manter pela segunda rodada seguida na ponta, pode completar cinco rodadas dentro do grupo que garante o acesso para a Primeira Divisão.

No elenco, a vontade de vencer é tão grande que um simples rachão tem contornos dramáticos. Ontem, Leandro e Rogerinho se desentenderam durante a atividade. A dupla foi expulsa do treino, mas não deve ser excluída do jogo de hoje. “Vou falar com o Paulo Angioni e vamos punir, com rigor, aonde o jogador mais sente: no bolso”, afirmou Renato Gaúcho.

O treinador classificou a discussão, originada em uma entrada dura de Leandro, como normal, mas condenou a atitude dos jogadores. No entanto, descartou punir o clube afastando os atletas. Rogerinho deve continuar como titular no meio de campo. Leandro pode perder a vaga para Bruno Silva.

Deixe seu comentário

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*