“Vamos tentar contratar qualidade e não quantidade”

Elizeu GodoyTécnico contratado, o nome do Esporte Clube Bahia veiculado nos grandes meios de comunicação, entrevista do presidente na ESPN Brasil, pauta no SPORTV, elogios de Bebeto e Romário, matéria de destaque nos BLOGs e sites importantes em todo o país, apresentação agendada e promessas ligeiramente sinceras de desculpas programadas para meia-hora após o desembarque em Salvador ( faz parte), e assim, na base do arrastão, a primeira parte dos planos do Presidente Guimarães Filho está prestes a ser finalizada com sucesso.

Sem nova alternativa resta agora, ao torcedor tricolor, aguardar a sequência dos acontecimentos e torcer para o que, inicialmente tem cara e jeito de um mergulho no escuro, se concretize de forma positiva, não apenas na apresentação e divulgação do novo técnico, como também com realizações e conquistas no ano de 2010. Mesmo boiando e sem entender porque bons jogadores querem jogar com técnicos conhecidos e de nome, já comprei meu cocar!
A Tribuna da Bahia na edição desta terça-feira com o titulo original de “ Renato é a nova era” trás um resumo das noticias do Bahia. Contratações, orçamentos de 400 mil para o campeonato baiano e 700 para a disputa da série B e a renovação do contrato de Nadson, este e outros assunto, são abordados pelo jornalista Rafhael Carneiro – Confira

Quando fechou o contrato com Renato Gaúcho para treinar o Bahia em 2010, o presidente Marcelo Guimarães Filho não pensou apenas em ter à frente da equipe um treinador de pulso, motivador e com experiência no futebol. O presidente foi além e viu no ex-atacante a possibilidade de atrair grandes jogadores para vestirem a camisa do tricolor na tentativa de quebrar o jejum de sete anos sem conquistas e retornar à Série A.

Marcelo Filho deixou claro que vai manter o planejamento de montar um time com uma folha salarial de R$400 mil para o Baiano e R$700 mil para a Série B. Mas, por outro lado, afirmou que vale qualquer esforço para mudar a situação do Bahia e não descartou a possibilidade de contratar jogadores de peso.

Na visão do presidente, a presença de Renato Gaúcho poderá facilitar as negociações com esses atletas. “Importante no processo de formação do time em 2010. Bons jogadores querem jogar com técnicos conhecidos e de nome”, comentou o presidente no microblog Twitter.

Reforços

Os nomes dos possíveis reforços ainda não foram conversados. Hoje, a diretoria pretende realizar uma conferência através de telefone para que Gaúcho indique alguns jogadores. “Acho que no final da tarde ou talvez na quarta-feira (amanhã) já possamos ter alguma novidade”, comentou o superintendente de futebol Elizeu Godoy.

O dirigente reforçou o discurso do presidente de que o planejamento continuará sendo o mesmo. Segundo Godoy, o que mudará em relação a este ano é a fórmula usada para as contratações. “Nossa visão do futebol em 2010 será totalmente diferente. Vamos tentar contratar qualidade e não quantidade”, disse.

Nadson e Jael

Quanto à renovação do contrato de alguns jogadores, Elizeu foi otimista. Nadson deve confirmar a permanência para 2010 ainda esta semana. O mesmo pode acontecer com Paulo Isidoro, que ainda tem pendências na questão salarial. “O que não podemos é ultrapassar o nosso limite”, ponderou.

Já com relação a Jael, a previsão não é a mesma. Além da proposta do futebol sueco, o empresário do atleta o teria oferecido para o Grêmio, quebrando assim a promessa de que se não fosse para o exterior, Jael continuaria no Bahia por mais uma temporada.

O que também não está definido ainda é a parceria com o Corinthians. “Existe essa possibilidade, mas nada foi fechado neste sentido”, comentou Godoy. O acordo para o empréstimo de jogadores do time paulista deve ser oficializado somente depois do aval do novo treinador do tricolor.

Deixe seu comentário