Em um jogo com duas viradas, Portuguesa vence o Vitória no Barradão

Em um jogo com duas viradas, a Portuguesa conseguiu uma vitória em cima do Vitória em pleno Barradão. Mesmo com uma postura mais defensiva, a Lusa superou o Leão por 3 a 2 e voltou a entrar no G-4 do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, os paulistas chegaram à sua quinta partida sem derrota. Agora com 44 pontos, o time assumiu provisoriamente a terceira posição, ultrapassando o oponente desta rodada e jogando o Criciúma para a quinta posição. Na próxima terça-feira, a equipe visita o Paulista no Jaime Cintra. Já os baianos, que não sabiam o que era uma derrota há três jogos, seguem estacionados nos 41 pontos. Dependendo dos outros resultados da 27ª rodada, o time pode sair da zona de classificação à Primeira Divisão. O Vitória tem um desempenho apenas discreto quando joga contra equipes paulistas dentro de seu estádio. Até o momento, são três vitórias, o mesmo número de derrotas (as únicas na competição dentro do Barradão) e um empate. O jogo mal havia começado quando Sorato sentiu uma lesão e, aos oito minutos, teve de ser substituído por Índio. Quatro minutos depois, Joãozinho recebeu um passe de Williams e, dentro da área, chutou cruzado, mandando a bola nas mãos de Tiago. Apesar de mais ofensivos, os anfitriões viram seus adversários mexer no placar pela primeira vez. Em uma falta da entrada da área aos 23 minutos, Preto achou o ângulo direito de Ney, que ainda encostou na bola, mas não conseguiu desviá-la para fora do gol. Mesmo com a desvantagem, os donos da casa não se abateram e, aos 26 minutos, Índio recebeu um cruzamento na área e colocou a bola perto da trave adversária com o bico da chuteira. O time voltou a ameaçar aos 35 minutos, quando Joãozinho deixou Índio na cara do gol. No entanto, o atacante acabou chutando por cima do travessão. Só que aos 38 minutos não teve jeito. Em um chute de Williams, a bola desviou na zaga, obrigando Tiago a se desdobrar para conseguir fazer a defesa. Entretanto, Chicão chegou livre no rebote e, sem goleiro, só teve o trabalho de estufar a rede adversária. Seis minutos depois, Joãozinho quase virou em um chute de primeira após um cruzamento da esquerda, porém o tiro acabou saindo alto demais. Na etapa final, o Vitória continuou mais presente no ataque e, aos seis minutos, conseguiu seu segundo gol. Após roubar uma bola no campo de ataque, Bida se livrou de um marcador e achou Joãozinho na área. O centroavante chutou rasteiro, fazendo seu 13º gol na Segundona. Contudo, a resposta da Lusa não demorou a vir. Em uma confusão na área depois de um cruzamento da direita, Diogo dominou a bola e chutou no canto, deixando tudo igual no Barradão aos 16 minutos. Mesmo assim, os visitantes continuaram acuados em seu campo de defesa e, aos 24 minutos, Joãozinho teve outra chance, mas Tiago conseguiu espalmar para escanteio. Marcelo Batatais quase colocou os baianos de volta na frente do marcador aos 28 minutos, quando subiu bem na segunda trave e cabeceou para o chão. No entanto, a bola quicou e passou por cima do gol, assustando o goleiro adversário. De tanto perder gols, o Vitória acabou sendo castigado aos 35 minutos. Em um contra-ataque pela esquerda, Vaguinho invadiu a área e, mesmo sem ângulo, chutou no ângulo de Ney, virando o placar e sacramentando o resultado.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*