Messi decide, Argentina vence o México e segue viva na Copa do Mundo

O camisa 10 chegou a 93 gols em 167 partidas pela seleção argentina.

Foto: Reuters

Depois de estrear perdendo para a Arábia Saudita por 2 a 1 de virada, a Argentina entrou em campo na tarde deste sábado bastante pressionada e precisando vencer o México para seguir brigando pela vaga nas oitavas de final da Copa do Mundo. Uma derrota eliminaria os hermanos, enquanto o empate deixaria a equipe em situação muito difícil. O jogo truncado e com poucos lances de emoção caminhava para um empate sem gols, mas aí surgiu a estrela de Lionel Messi, que finalizou de fora da área aos 18 minutos do segundo tempo para abrir o placar e dar mais tranquilidade a seleção argentina, que marcou outro no fim com Enzo Fernández e venceu por 2 a 0, ganhando um alívio no torneio mundial.

 

O camisa 10 chegou a 93 gols em 167 partidas pela seleção argentina. Ele é o maior artilheiro da história da Argentina. Além disso, igualou Diego Maradona em gols pela seleção em Copas do Mundo. Com a vitória, a Argentina chegou aos 3 pontos e assumiu a vice-liderança do Grupo C, mesma pontuação da Arábia Saudita, que fica em terceiro pelo saldo de gols. O México é o lanterna, com apenas um ponto. Polônia, adversária da Argentina na última rodada, lidera a chave com 4 pontos.

Mais cedo, a França confirmou sua classificação para as oitavas de final ao vencer a Dinamarca pelo placar de 2 a 1 com dois gols marcados pelo atacante Mbappé. Com a vitória, a seleção francesa chegou aos 6 pontos e lidera o Grupo D, que tem Austrália com 3 na vice-liderança, e Dinamarca e Tunísia com apenas um ponto.

JOGOS DA COPA – SÁBADO (26/11)

GRUPO C
10h – Polônia 0 x 0 Arábia Saudita
16h – Argentina 2 x 0 México

GRUPO D
07h – Tunísia 0 x 1 Austrália
13h – França 2 x 1 Dinamarca

A Copa do Mundo, que ocorre a cada quatro anos, com exceção de 1942 e 1946, quando não foi realizada por conta da Segunda Guerra Mundial, teve início em 1930 com sede no Uruguai e vencido pelo anfitrião derrotando na final a Argentina. Apenas oito países foram campeões mundiais até hoje. O Brasil, a única seleção a ter jogado em todas as competições, é o maior campeão com cinco títulos (1958, 1962, 1970, 1994 e 2002), seguido por Alemanha e Itália, com 4 taças, Argentina, França e Uruguai, com 2, e Espanha e Inglaterra, com 1.

As 32 seleções são divididas em em oito grupos com quatro equipes em cada. Serão três jogos para cada seleção, e as duas melhores de cada chave, ou seja, 16 no total, avançam às oitavas de final. A partir daí, todos os jogos são disputados em confronto eliminatório, no qual o vencedor passa de fase (oitavas, quartas, semis e final). Se um jogo terminar empatado, a decisão vai para a prorrogação, e depois pênaltis.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário