“Quanto mais perto do objetivo, mais difícil os jogos se tornam”, diz Goulart

Goulart frisou que os jogos têm sido difíceis nessa reta final, mas pediu cabeça erguida. 

Foto: Reprodução

O Esporte Clube Bahia perdeu de virada para a Chapecoense, na noite desta sexta-feira, pelo placar de 3 a 1, na Arena Condá, pela 32ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, chegando ao quarto jogo seguido sem vencer (Criciúma, Sport, Operário e Chape). Luiz Henrique fez para o tricolor, enquanto Thomás, Willian Popp e  Maílton anotaram para o time catarinense. Com o revés, o Esquadrão segue na 3ª colocação na tabela de classificação, com 52 pontos, seis pontos acima do Londrina, primeiro time fora do G-4, com 46 pontos. Em entrevista após o jogo, o meia Ricardo Goulart frisou que os jogos têm sido difíceis nessa reta final, mas pediu cabeça erguida.

 

“Sabemos que quanto mais perto do objetivo, mais difícil os jogos se tornam. Fizemos um grande primeiro tempo, neutralizamos a equipe adversária. Levantar a cabeça, que vamos em busca do nosso objetivo que é subir para a Série A.”, disse o atacante.

Na sequência da competição, o Esporte Clube Bahia volta a jogar fora de casa, agora enfrentando o Novorizontino, na próxima terça-feira (04), às 21h30, no Estádio Doutor Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, interior de São Paulo. O duelo é válido pela 33ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A Chapecoense, por sua vez, encara o CRB na terça, às 19h, no Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: [email protected]

Deixe seu comentário