Conselho do Bahia convoca reunião para adequação do estatuto à Lei da SAF

A proposta para comprar 90% da SAF do Tricolor é de 1 bilhão de reais.

O Conselho Deliberativo do Esporte Clube Bahia, através do presidente Leonardo Martinez, convocou os conselheiros do clube para uma reunião de adequação do estatuto à Lei 14.193/2021 (Sociedade Anônima do Futebol). O encontro foi marcado para o dia 3 de novembro, quinta-feira, a partir das 18h30, na Arena Fonte Nova, na modalidade presencial e telepresencial. Vale frisar que a proposta do Grupo City está em análise pelas Comissões Jurídica e Provisória, e o prazo é de 90 dias para analisar antes da convocação da Assembleia Geral Extraordinária, quando os sócios-torcedores do Bahia poderão aprovar ou reprovar a transformação em SAF.

 

PAUTAS DA REUNIÃO

1 – Aprovação da ata da reunião anterior;
2 – Deliberação sobre alterações do estatuto do Esporte Clube Bahia para fins de adequação à Lei 14.193/2021 (Sociedade Anônima do Futebol);
3 – O que ocorrer.

O conglomerado vai desembolsar um aporte de R$ 1 bilhão pela aquisição de 90% da SAF do Bahia. A associação civil permaneceria na sociedade com participação minoritária, por meio de seus 10%. Desse valor, R$ 500 milhões serão destinados para a compra de jogadores, R$ 300 milhões para o pagamento de dívidas, e R$ 200 milhões para infraestrutura, categorias de base, capital de giro, entre outros.

A Abu Dhabi United Group, dos Emirados Árabes, atualmente, soma cerca de 75,1% das ações do grupo. O coletivo ainda tem três outros sócios, que são: Silver Lake (Estados Unidos – 14.5%), China Media Capital Football Holdings Ltd (China – 8.3%) e Vega FZ (Emirados Árabes – 2.1%).

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário