Bahia se aproxima de Eduardo Barroca, que pode assumir já na terça

Se for anunciado, Barroca vai assumir o Bahia na 3ª colocação, com 52 pontos.

Foto: Gustavo Medeiros/@gustavooficialllll

Com a demissão de Enderson Moreira, o Esporte Clube Bahia foi ao mercado em busca de um treinador para assumir a equipe na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B, e o plano A da diretoria é um velho conhecido. Trata-se de Eduardo Barroca, que já passou pelo Esquadrão no início da carreira como auxiliar e também já treinou o time interinamente, além disso, tem bom relacionamento com o diretor de futebol do Bahia, Eduardo Freeland, que contratou Enderson para substituir Guto Ferreira. A ideia do clube é que ele já assuma na próxima terça-feira (4) contra o Novorizontino, fora de casa. Porém, caso não consiga, o português Bruno Lopes será o encarregado.

 

Se for anunciado, Barroca vai assumir o Bahia na 3ª colocação, com 52 pontos, cinco a mais que o Ituano, primeiro time fora do G-4, restando mais seis rodadas para o término da Segundona. Porém, a equipe não vence há quatro jogos, com duas derrotas e dois empates. O próximo compromisso será novamente fora de casa, onde não vence há sete partidas, e ainda não venceu como visitante no returno da Série B. O confronto contra o Novorizontino será na terça, às 21h30, no Estádio Jorjão, pela 33ª rodada da Segundona.

Natural do Rio de Janeiro, Eduardo Barroca já foi auxiliar técnico no Bahia, Botafogo e Vasco. No tricolor, ele também já treinou o time de forma interina. Em 2019, Barroca teve sua primeira chance comandando um time principal no Botafogo, e no mesmo ano se transferiu para o Atlético-GO na reta final da Série B, quando o time goiano estava na briga pela vaga à elite. Após nove partidas, comemorou o acesso para a Série A 2020, mas acabou deixando o clube. No início de 2021, foi contratado pelo Coritiba. Teve ainda uma rápida passagem pelo Vitória em 2020, ficando apenas 9 jogos e saindo para comandar o Botafogo, onde ficou também 9 jogos. Em 2021, voltou ao Atlético-GO, enquanto em 2022 comandou o Avaí na Série A, mas acabou demitido em setembro.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário