Flamengo de Guanambi relata ameaças de morte antes de jogo contra o Botafogo-BA

O caso será analisado pelo Ministério Público e pelo TJD-BA.

Foto: Divulgação/Flamengo de Guanambi

Na tarde deste domingo (10), através das redes sociais, o Flamengo de Guanambi publicou uma nota relatando ameaças de morte e violência feitas pelo diretor Idailton Jarle Santiago do Nascimento a delegação e diretoria do clube, ainda na concentração em Senhor do Bomfim, antes do jogo contra o Botafogo-BA. Ainda segundo o comunicado do Flamengo-BA, o dirigente teria sacado uma arma de fogo. O clube de Guanambi também relatou que na chegada ao Estádio Pedro Amorim, a delegação foi surpreendida pelo gerente de futebol do Botafogo-BA, Allandeiwisson, e que o mesmo também teria proferido ameaças aos jogadores. O caso será analisado pelo Ministério Público e pelo TJD-BA.

 

VEJA ABAIXO A NOTA OFICIAL

“O Clube Esportivo Flamengo de Guanambi repudia veementemente as ameaças de morte e violência feitas pelo diretor Sr. Idailton Jarle Santiago do Nascimento, direto aos membros da delegação e diretoria do Clube Esportivo Flamengo de Guanambi, ainda na concentração da equipe que estava hospedada no hotel em Senhor do Bomfim/BA, o mesmo ainda sacou uma arma de fogo proferindo palavras diretas a delegação da equipe, onde o mesmo ainda disse que dependente do resultado “não sairíamos vivos daqui”.

Chegando ao Estádio Pedro Amorim, a delegação ainda foi surpreendida pelo Gerente de Futebol do Botafogo S.C, Sr. Allandeiwisson, onde nas dependências do Estádio proferiu palavras de ameaças para a equipe.

Com isso, reiteramos que as medidas necessárias sejam tomadas para que os responsáveis por estes atos abomináveis e criminosos sejam punidos.

O Clube Esportivo Flamengo de Guanambi sempre se posicionará contra atos ligados à violência e a ameaças.

Clube Esportivo Flamengo de Guanambi”

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário