Expulso contra o CSA, Pezzolano não comanda o Cruzeiro diante do Bahia

A expulsão do treinador celeste se deu depois que ele reclamou bastante da não aplicação de um cartão vermelho

Foto: Ailton Cruz/Gazeta de Alagoas

Expulso ainda no primeiro tempo da partida contra o CSA, na última quarta-feira, o técnico Paulo Pezzolano não poderá comandar o Cruzeiro na beira do campo no confronto de sábado, diante do Esporte Clube Bahia, marcado para 16h, no Estádio do Mineirão, pela primeira rodada do returno do Campeonato Brasileiro da Série B. Em entrevista após o duelo, o treinador prometeu aos jogadores da Raposa uma nova conduta à beira do campo após ser expulso de novo. O treinador uruguaio já havia sido expulso na semana passada, na partida diante do Fluminense, pela Copa do Brasil.

 

“Não vai voltar a acontecer, prometi aos jogadores, que é o mais importante. Eles e o Cruzeiro necessitam de mim dentro de campo” (Pezzolano)

A expulsão do treinador celeste se deu depois que ele reclamou bastante da não aplicação de um cartão vermelho em entrada dura de Edson em Rômulo. O treinador levou amarelo, continuou a reclamar, levou o segundo cartão e, consequentemente, o vermelho. Depois, ainda puxou a camisa do árbitro.

“Eu errei. Treinador também é ser humano. Muitos jogos, muitas coisas na cabeça também. Querendo que os jogadores melhorem em todos os estágios, fora do campo, às vezes cometemos erros. Eu cometi outro erro”, disse o treinador.

 

 

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário