Vitória vai usar dinheiro das vendas para quitar dívida e manter salários em dia

Vitória precisa resolver pendência com Walter Bou e Boca Juniors

O Esporte Clube Vitória está impossibilidade de registrar novos jogadores por conta da punição da FIFA, devido a uma dívida com o atacante Walter Bou e o Boca Juniors. Porém, ainda nesse mês de fevereiro o clube deve resolver a pendência. O presidente em exercício do Leão, Fábio Mota, revelou em entrevista à Rádio Sociedade que o dinheiro da venda do atacante Samuel será utilizado para quitar o débito e voltar a contratar. O centroavante foi negociado com o Oita Trinita, do Japão, por 500 mil dólares (R$ 2,6 milhões) por 51% dos direitos econômicos do jogador.

 

“A ideia do dinheiro de Samuel é pagar as dívidas atuais que não permitem ao Vitória fazer contratação, como o acordo de Walter Bou. Não temos o dinheiro ainda para pagar”, disse Fábio Mota à Rádio Sociedade.

Já o dinheiro do atacante David, vendido ao Metalist, da Ucrânia, por R$ 6,25 milhões (R$ 6 milhões à vista e o restante em junho deste ano), a ideia do Vitória é utilizar para ter a folha de pagamento sempre em dia durante a disputa da Série C.

“Ideia do dinheiro de David é preservar para, na Série C, ter a folha sempre em dia. Com o dinheiro, a gente paga as folhas quase todas”.

Fábio também também falou sobre outros gastos do clube. “O Esporte Clube Vitória gasta em torno de R$ 1,8 milhão por mês quando soma custeio com gasolina, água, alimentação. Gasta mais R$ 1,2 milhão com todas as suas folhas: folha de jogador, comissão técnica, jogador da base e funcionário. Desafio muito grande ter uma despesa dessa e uma arrecadação única de R$ 250 mil do sócio”, conta o gestor.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário