Dado comenta possível insatisfação de Jadson ao ser substituído

"Lucas Arcanjo fez, um grande jogo, contribuiu demais para esse resultado"

Foto - Luciana Flores/Vitória da Conquista

O Esporte Clube Vitória sofreu um pouco, mas conseguiu vencer o Vitória da Conquista pelo placar de 1 a 0 no último domingo, no Estádio Lomanto Júnior, com gol de pênalti marcado pelo meia Jadson. Com a vitória, o Rubro-Negro chegou aos 8 pontos, superando Bahia e Atlético de Alagoinhas, e assumindo o 4º lugar, ficando atrás apenas de Jacuipense (1º com 12), Bahia de Feira (2º com 10) e Barcelona de Ilhéus (3º com 10). Após o jogo, em entrevista coletiva, o técnico Dado Cavalcanti elogiou o goleiro Lucas Arcanjo.

 

“Fica aqui o registro da bela partida que Lucas Arcanjo fez, um grande jogo, contribuiu demais para esse resultado. Faz parte também precisar do nosso goleiro. Nas outras vezes, nós precisávamos muito mais de outros. Hoje precisamos dele, ele deu conta, fez defesas difíceis. Temos muito a evoluir ainda. Entendo que o contexto tático é uma condição específica do jogo, que também não dá para fazer uma avaliação tão clara do que foi feito em outros jogos. É amadurecer ainda mais nesse tempo que teremos até a próxima partida”, projetou Dado Cavalcanti.

O treinador rubro-negro também foi questionado na entrevista sobre a substituição de Jadson e uma possível insatisfação do meia ao deixar o campo. Dado afirmou que não viu o gesto do jogador e explicou a mudança.

“Sinceramente, eu não vi esse gesto de abrir os braços. A troca aconteceu, talvez, no pior momento nosso do jogo. Nós entramos no segundo tempo e, em 10 minutos, não conseguíamos enxergar a bola. O adversário veio numa pressão muito forte. E a única alternativa que eu visualizava para um contragolpe era fazer uma mexida tática. Jadson realmente não estava cansado, não pediu para sair. Foi uma opção minha mesmo.”, disse.

O próximo compromisso do Esporte Clube Vitória é somente no dia 27 de fevereiro, um domingo, às 16h, diante do Atlético de Alagoinhas, no Estádio Manoel Barradas, em Salvador. A partida antecede a estreia do Leão na Copa do Brasil, no dia 3, diante do Castanhal, fora de casa. Já o Vitória da Conquista encara o Jacuipense no sábado (19), às 16h, no Barradão.

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*