Conmebol mantém cinco substituições na Libertadores e Sul-Americana

Entidade manteve modificação em função do atual momento da pandemia da Covid-19

Responsável pela organização das realizações da Copa Libertadores e da Copa Sul-Americana, a Conmebol divulgou nesta segunda-feira (24) a definição na manutenção da regra que possibilita duas alterações a mais que o convencional, conforme as mudanças autorizadas pela International Board em função da chegada da pandemia da Covid-19. Como resultado, equipes brasileiras como Atlético-MG, Flamengo, Palmeiras, Fortaleza, Corinthians, Bragantino e Athletico-PR – pela Libertadores -, e Atlético-GO, Santos, Ceará, Internacional, São Paulo e Cuiabá – pela Sul-Americana -, vão seguir podendo utilizar cinco substituições por jogo na temporada 2022.

 

De acordo com o comunicado da entidade, a Diretoria de Competições decidiu seguir com o método pro causa da “situação atual da pandemia”. Ainda assim, o regulamento das duas competições possibilita também uma outra substituição, uma vez que haja prorrogação nas decisões das competições, agendadas para acontecer em jogo único.

Enquanto a próxima edição da Copa Libertadores da América tem início previsto para o próximo dia 9 de fevereiro, com duelos da fase inicial preliminar, a Sul-Americana está agendada para iniciar no dia 8 de março. Os jogos iniciais de times brasileiros na Libertadores vão ocorrer somente na segunda eliminatória, com embate entre América-MG e Guarani-PAR, e Fluminense e Plaza Colonia-URU.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*