Botafogo prepara nova proposta para o atacante Elkeson, ex-Vitória

Elkeson desperta interesse de clubes brasileiros e do exterior.

Após nove anos atuando no futebol chinês, o atacante Elkeson rescindiu o contrato com o Guangzhou em dezembro e está livre no mercado. O jogador de 32 anos, cria da base do Vitória, ainda não definiu seu novo clube, mas tem grande possibilidade de voltar a atuar no futebol brasileiro. O Botafogo segue sonhando com o retorno do atacante. De acordo com o “Canal do TF”, houve uma consulta inicial e uma proposta que ficou distante do desejado pelo atacante chinês. O Fogão prepara uma nova oferta. Ele também foi alvo do Peixe, que acabou acertando com Ricardo Goulart, ex-companheiro de Elkeson na China.

 

Natural de Coelho Neto, no Maranhão, Elkeson de Oliveira Cardozo foi revelado pelo Vitória, onde jogou de 2009 até 2011 e marcou 18 gols em 99 jogos, sendo bicampeão baiano (2009 e 2010) e campeão do Nordestão (2010). Em 2011, foi negociado com o Botafogo, onde também se destacou em duas temporadas, com 92 jogos e 26 gols marcados.

Em 2013, foi negociado pelo Botafogo ao Guangzhou Evergrande, da China, e teve sua carreira consolidade no futebol chinês, passando também pelo Shanghai SIPG. Elkeson conquistou marcas importantes no país, se tornando o maior artilheiro da história do Campeonato Chinês e se naturalizando chinês, sendo convocado para Seleção da China, e ganhando um novo nome, de origem chinesa (Ai Kesen).

Em 2012, o atacante foi campeão e artilheiro da Superliga Chinesa, com 24 gols. Em 2013, foi o principal jogador do time na conquista da Champions League Asiática, marcando nos dois jogos finais. No ano seguinte, a dobradinha título e artilharia da Superliga Chinesa se repetiu. Dessa vez, com 28 gols, recorde na história do campeonato. Em 2014, foi escolhido como jogador mais valioso (MVP) da temporada.

Em 2015, Elkeson ajudou o Guangzhou a conquistar o tricampeonato da Superliga e o bicampeonato da Champions League Asiática. Ao final da temporada, o atacante se transferiu para o Shanghai SIPG, recém promovido para a primeira divisão. No novo time, em 2018 conquistou o primeiro título da história do Shanghai: a Superliga Chinesa. Na temporada seguinte, foi a vez de levantar pela primeira vez o troféu da Supercopa da China. Ainda em 2019, Elkeson voltou ao Guangzhou e conquistou mais uma Superliga Chinesa, a sua quinta na carreira.

Deixe seu comentário!

1 Trackback / Pingback

  1. Adversário do Bahia no sábado estreia na Copa do Nordeste nesta terça

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*