Wagner Lopes assume responsabilidade e pede desculpas à torcida do Vitória

“Agradecer ao nosso torcedor pelo apoio. Pedir desculpas", disse.

Na tarde desta terça-feira, o Esporte Clube Vitória decepcionou o seu torcedor e acabou perdendo para o CSA por 1 a 0 no Estádio Manoel Barradas, pela 33ª rodada da Série B. O único gol foi marcado por Iury Castilho, aos 32 minutos do 1º tempo. O Leão criou inúmeras chances, perdeu pênalti com Roberto e mesmo jogando com um a mais desde os 22 minutos do segundo tempo, não conseguiu reagir. Em entrevista após o jogo, o técnico Wagner Lopes saiu em defesa dos jogadores e assumiu a responsabilidade pela ineficiência do time nas finalizações.

 

“Sempre vou assumir a responsabilidade. A gente sabe que a finalização é uma coisa muito importante. E eu era finalizador. Eu era centroavante. Mas jamais vou transferir a responsabilidade só para os meus jogadores. Eu vou estar sempre à frente, como vidraça. Então a responsabilidade é minha. Erramos, sim. Não conseguimos acertar o gol. A gente treina muito isso, a gente pede muito isso. Mas hoje não tivemos tranquilidade para acertar o gol nas finalizações”, pontuou.

O treinador agradeceu o apoio do torcedor e pediu desculpas. Ele também citou a quantidade de chances criadas pelo time.

“Agradecer ao nosso torcedor pelo apoio. Pedir desculpas. Nós não tivemos competência para fazer o gol, para empatar e, depois, virar. Chutamos a gol 27 vezes. Infelizmente, acertamos poucas. Com a superioridade numérica, a gente sempre fala de criar situações de superioridade, triangulações, entrar pelas beiradas, movimentação, aproximar para jogar, para construir a finalização, finalizar melhor, acertar o gol nas finalizações. Conforme o tempo foi passando, a gente aumentou o ritmo. Mas o nervosismo tomou conta. E nós não tivemos calma para empatar o jogo. É pedir desculpa. Dizer que não está faltando vontade. Os jogadores lutaram. Mas, infelizmente, nós não conseguimos usar a condição de ter um a mais para poder envolver o adversário e fazer o gol”, avaliou o comandante rubro-negro.

Com o revés, o Vitória permanece na 18ª colocação, com 33 pontos, cinco pontos abaixo de Brusque e Londrina, que venceram seus jogos. Na sexta-feira (05), às 19h, o Vitória visita o Avaí no Estádio Doutor Aderbal Ramos da Silva (Ressacada), em Florianópolis, Santa Catarina, pela 34ª rodada.

Deixe seu comentário!

1 Comentário

  1. Assume as responsabilidades,o Vitória no próximo ano Irá disputar a série C e ele estará treinando um time da série A ou B

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*