Destaque do Juventude é vendido pelo São Paulo e não pega o Bahia

Nesta sexta, a direção do Juventude informou que o São Paulo acertou a venda do atacante.

O Juventude terá mais um desfalque importante para o duelo desta sábado, contra o Esporte Clube Bahia, às 19h15, no Estádio Alfredo Jaconi, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. O atacante Paulinho Bóia, que pertence ao São Paulo e está emprestado ao Juventude, foi liberado para finalizar os detalhes de sua transferência para o Metalist, da Ucrânia. O valor da negociação é de 1,8 milhão de euros (R$ 11,8 milhões, na cotação atual) por 75% dos direitos econômicos do jogador. O clube gaúcho ficará com 10%.

 

Mesmo só podendo atuar pela equipe ucraniana a partir de janeiro de 2022, quando a janela de transferências europeia será reaberta, o jogador deve deixar o Brasil imediatamente, para se preparar para o próximo ano.

Nesta sexta-feira, a direção do clube de Caxias do Sul informou que o São Paulo, clube detentor dos seus direitos, acertou a venda do atacante. O jogador foi retirado da lista de relacionados para a partida contra o Bahia. O diretor de futebol do Juventude, Marcelo Barbarotti, falou sobre a negociação:

“Está em trâmites finais. Nós temos a nossa compensação. Estamos cuidando da documentação. Agora, ele irá realizar o exame médico lá. A janela está fechada, mas ele viaja para exames. A única chance dele jogar no Juventude novamente é não ser aprovado nos exames médicos.”

Revelado na base do São Paulo, Paulinho Bóia estava na equipe profissional desde 2018, mas foi emprestado ao Portimonense, de Portugal, ao São Bento e, atualmente, ao Juventude. O time do Morumbi detém 90% dos direitos do jogador de 23 anos. No time gaúcho, vinha se destacando. Foram 20 partidas e três gols marcados.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário