Retorno próximo: Índio Ramírez entra na reta final de recuperação

Ele está emprestado pelo Atlético Nacional até dezembro com valor de passe fixado.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

O Esporte Clube Bahia ganhará um ‘reforço’ de peso para o segundo turno do Campeonato Brasileiro da Série A. Fora dos gramados desde fevereiro quando rompeu os ligamentos do joelho, o meia Índio Ramírez está muito perto do retorno. O colombiano segue fazendo companhia a Ronaldo e Thonny Anderson nos trabalhos de transição física e ainda esse mês será liberado para os treinos com bola. Ramírez vinha se destacando pelo Tricolor quando acabou se lesionando na partida contra o Fluminense pelo Brasileiro de 2020. Ele está emprestado pelo Atlético Nacional até dezembro com valor de passe fixado.

 

Natural de Medellín, na Colômbia, Juan Pablo Ramírez Velásquez, de 23 anos, é canhoto, tem 182cm, e surgiu nas divisões de base do Atlético Nacional, se profissionalizando em 2016. Foi emprestado no ano seguinte ao Atlético Bucaramanga, também da Colômbia. Acumula passagens também por outras equipes do mesmo país, como Deportivo Pasto e Leones FC. O jovem atleta também soma convocações para a Seleção Sub-23 do seu país. Chegou ao Bahia com o Campeonato Brasileiro em andamento e rapidamente se transformou em uma das peças mais importantes do time. Índio Ramírez disputou 11 jogos e marcou três golaços pelo Tricolor, contra Flamengo, Corinthians e Internacional.

O Bahia ocupa a 16ª posição na tabela de classificação da Série A com 18 pontos conquistados. O América-MG, clube que abre o Z-4, tem a mesma pontuação, mas perde nos critérios de desempate.

Deixe seu comentário!

2 Comentário

  1. Diante da grave lesão e grande período de inatividade, não se deve exigir de Ramires a mesma performance que apresentava antes da contusão.
    Os torcedores e membros da Imprensa imediatistas, vão logo querer massacrar o atleta, caso não desempenhe um bom futebol no seu retorno.
    Requer paciência para não acabar com o belo futebol de Ramires. Um dia de cada vez.

  2. Até agora não entendi o porque esta diretoria incoerente não comprou o Índio Ramírez, algum clube vai chegar e fazer uma proposta melhor, depois vai dizer que não tem dinheiro, etc…

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*