Bahia perde na estreia de Dabove e assume a portaria do Z4 na Série A

Bahia volta a jogar em Salvador na próxima rodada

Foto - Lucas Merçon/FFC

O Esporte Clube Bahia entrou em campo na noite desta segunda-feira pelo complemento da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A precisando vencer para encerrar a incômoda sequência negativa e se distanciar da zona de rebaixamento. Do outro lado, um concorrente direto, o Fluminense, que tinha a mesma pontuação e também amargava um jejum de triunfos. A grande novidade pelo lado do Esquadrão era a estreia do técnico argentino Diego Dabove, que chegou para tentar implantar sua filosofia e mudar a postura do time, porém, na prática o Bahia ainda se mostrou aquele dos últimos jogos e acabou derrotado por 2 a 0, prolongando o sofrimento na competição.

 

Com mais um revés, o Bahia chega a oito jogos sem vencer no Brasileirão (com sete derrotas e um empate), e caiu para a portaria do Z4 (16º lugar), com 18 pontos (mesma pontuação do América-MG, que abre a zona de rebaixamento), sendo ultrapassado pelo Fluminense que subiu para a 13ª colocação com 21 pontos.

O primeiro tempo de um futebol pobre fez jus ao momento dos dois times na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Apesar da semana inteira livre para treinar, o Bahia foi apático em campo e praticamente não levou perigo a meta de Marcos Felipe. A única chance foi um desvio de Gilberto em dividida com Luccas Claro. O Fluminense também não teve boa atuação, mas mesmo assim conseguiu marcar o seu gol aos 35 minutos em cobrança de falta do atacante Lucca, aquele mesmo que já passou pelo Bahia num passado não tão distante, contando com colaboração do goleiro Matheus Teixeira, que não atravessa uma boa fase.

Mesmo sem conseguir dar uma finalização dentro do gol no primeiro tempo, o Bahia voltou para a etapa final sem mudanças e praticando o mesmo futebol. A primeira mudança foi aos 20 minutos, com a entrada de Óscar Ruiz no lugar de Patrick. O Esquadrão melhorou em campo e pressionou em busca do empate, criando algumas ótimas chances, duas delas carimbando o travessão, com Luiz Otávio e Juninho Capixaba, mas como sempre, faltou eficiência para buscar a reação. Já o Fluminense, que apenas se defendeu e nada fez, ainda chegou ao segundo no último minuto com Bobadilla.

Após disputar dois jogos seguidos fora de casa (Grêmio e Fluminense), o Esporte Clube Bahia volta a jogar em Salvador na próxima rodada (a 19ª e última do primeiro turno) do Campeonato Brasileiro. No próximo sábado (04), o Esquadrão enfrenta o embalado Fortaleza, às 21h, no Estádio Metropolitano de Pituaçu. Já o Fluminense, que disputou duas partidas seguidas em casa (Atlético-MG e Bahia), joga novamente no Rio de Janeiro, agora diante do Juventude, na quinta-feira (02), às 19h, no Estádio do Maracanã, jogo atrasado da 14ª rodada.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2 X 0 BAHIA
BRASILEIRO DA SÉRIE A (18ª RODADA)

LOCAL: Maracanã, no Rio de Janeiro
DATA E HORA: 30/08/2021 (segunda-feira), 19h
ÁRBITRO: Edina Alves Batista (FIFA-SP)
ASSISTENTES: Neuza Ines Back e Leila Naiara Moreira da Cruz (SP e DF, respectivamente)
VAR: Wagner Reway (PB)

GOLS: Lucca e Bobadilla (Fluminense)

FLUMINENSE
Marcos Felipe; Samuel Xavier, Nino, Luccas Claro e Danilo Barcelos; André, Martinelli (Nonato) e Yago; Arias (Manoel), Lucca (Cazares) e Fred (Bobadilla). Técnico: Marcão.

BAHIA
Matheus Teixeira; Nino Paraíba, Conti, Luiz Otávio e Juninho Capixaba; Patrick (Ruiz), Mugni e Daniel; Rossi, Rodriguinho (Rodallega) e Gilberto. Técnico: Diego Dabove.

Deixe seu comentário!

6 Comentário

  1. Parabéns Sr. Bellintani pela façanha de conseguir um time pior do que o de 2020, Eu me pergunto, como tem gente que ainda vê competência nestes karas, o plantel é o pior do Brasileirão, já entra perdendo, sábado toma outra porrada do Fortaleza.

  2. Está é gestão FRACASSADA BELLLITANI… Não vamos cair temos camisa … Ele lançou camisa pra goleiro mais vazado do Brasileirão … O cara tá impedido o crescimento do CLUBE ..

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*