Danilo Fernandes reitera possibilidade de classificação: “Está aberto”

"Temos condições de reverter o placar", disse o goleiro do Bahia.

O sabor amargo da derrota da última quarta-feira (28) para o Atlético-MG por 2 a 0 parece ter sido longe de acabar com as esperanças dos jogadores do Esporte Clube Bahia. Estreante da noite, no Estádio Mineirão, o goleiro Danilo Fernandes rejeitou a possibilidade de “jogar a toalha” sobre a classificação às quartas de final da Copa do Brasil.

 

De acordo com ele, o placar, construído por um “adversário qualificado, com qualidade técnica excepcional”, ainda está passível de virada. Sendo assim, o arqueiro acredita haver chances do elenco tricolor desfazer a vantagem do Galo no Estádio de Pituaçu.

“Resultado ruim, claro que não queríamos isso. Mas está aberto. Temos condições de reverter o placar. Sabemos que é um adversário qualificado, com qualidade técnica excepcional. Mas vamos fazer de tudo para chegar em casa e garantir a nossa classificação”, declarou.

O Atlético Mineiro venceu o Bahia com dois gols de diferença. Em síntese, para conquistar uma vaga para antepenúltima fase do torneio, o Esquadrão necessita bater o adversário por três gols de diferença. Do contrário, em caso de margem por dois gols, o classificado deste duelo será conhecido nos pênaltis.

Agora, o Tricolor sedia a partida de volta, na próxima quarta-feira (4), no Estádio Joia da Princesa, em Feira de Santana (BA). Por fim, o Atlético-MG, em caso de derrota por um gol, confirma a classificação pela vantagem obtida dentro de seus domínios, em Belo Horizonte (MG).

Comentários:

1 Comentário

  1. Esta entrevista do goleiro Danilo Fernandes, não passa de uma justificativa esfarrapada no intuito de justificar a derrota.
    Ora, 4 derrotas consecutivas, 11 gols sofridos, nenhum gol marcado e diz que a classificação está em aberto é pura utopia., Como se diz o ditado: De bala e bolos, engana se os tolos. Aberta até que sim, porque o jogo ainda será quarta feira da outra semana.
    Tão simples assim. Más a tendência é que tome outra cacetada e talvez de goleada. Isso porque o Bahia terá que partir pra cima.
    E ai Hulk, pode pedir música no Fantástico em plena quarta feira. Incrível, dois jogos e Hulk não sofreu sequer uma falta mais dura que pudesse tirar do jogo.
    A verdade que o Bahia se resume em 3 a 4 bons jogadores. É um time de uma nota só: Uma única jogada pela direita, onde a única válvula de escape é Nino e Rossi. Por sinal, se o Bahia tivesse pelo lado esquerdo um bom lateral e um bom jogador de beirada como é Rossi, o tiume seria outro
    O lado esquerdo do Bahia é capenga de pai e mãe. Mateus Bahia é péssimo, só toca de lado. Dribla mal, não faz jogadas pelos flancos, recua demasiadamente as jogadas por falta de técnica.
    O motivo pelo qual, o Bahia sempre joga melhor no primeiro tempo, é justamente pelo fato de Rossi ser a única opção de jogada. Como cansa e apanha demais na primeira etapa, o time do Bahia cai drasticamente de rendimento na segunda etapa, principalmente que Dado não faz bem a leitura do jogo.
    Tenho certeza que mesmo com as limitações do time, se fosse um outro treinador, tipo, o Argentino do Fortaleza, a desgraça não seria tão grande.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*