Bellintani é ameaçado por presidente do Athletico-PR, diz colunista

Bellintani acusou Petraglia de querer indicar empresas para prestar serviços

O clima esquentou na reunião entre os presidentes dos clubes que estudam a criação de uma nova liga de futebol que visa melhoras nos contratos de TV, mais transparência no VAR, um calendário menos apertado e também busca ter influência maior dentro da CBF. De acordo com o blog de Lauro Jardim, na última quinta-feira (22), o presidente do Esporte Clube Bahia, Guilherme Bellintani, que é um dos principais nomes da composição para criação da liga, e o mandatário do Athletico Paranaense, Mário Celso Petraglia, discutiram e o dirigente tricolor chegou a ser ameaçado.

 

Segundo o colunista, Bellintani acusou Petraglia de querer indicar empresas para prestar serviços para a Liga e afirmou que a “reunião tinha que ser presencial”. O mandatário do Furacão negou e disparou: “Se fosse presencial, já tinha acabado porque eu teria metido a mão na sua cara”.

O bate-boca foi controlado e os dois pediram desculpas, porém, Petraglia abandonou a reunião antes do encerramento e voltou a provocar. “Peço perdão, mas estou cansado. Não aguento mais os ‘euricos” do futebol”, disse.

Comentários:

5 Comentário

  1. O difícil é ter que ver um monte de imbecis, cheio de argumentos nojentos, mal formulados e mal fundamentados, achando que entende de futebol e de administração, não entende, e muito menos de ESPORTE CLUBE BAHIA!! Monte de invejosos.

  2. Independente de termos critica ao presidente do Bahia, jamais poderemos elogiar esse tipo de comportamento do Petraglia, esse tipo de dirigente é coisa do século passado, Petraglia, Carneiro, Maracajá, Eurico, Kleber Leite, fazendo uma analogia com a politica, onde todo brasileiro acha que o ambiente da politica não é coisa para gente séria, o futebol de antigamente era assim, dizia que gente séria não podia entrar no ambiente do futebol, felizmente essa coisa foi desmitificada e hoje podemos dizer que no futebol atual não cabe mais esse tipo de comportamento e jamais poderemos aplaudir, assim como poderemos criticar os políticos que roubam, os dirigentes que desviaram recursos deixando a grande maioria dos clubes brasileiros no fundo do poço se aplaudirmos atitudes como essa.
    .

  3. presidente do atlhtletico pode ter o defeito que tiver, mas sem contextualizar o fato ocorrido fica difícil criticar, o fato é que ele faz parte e tem grande responsabilidade pela transformação do clube paranaense em um dos gigantes da america, muito competente e focado, rompendo barreiras e fazendo seus torcedores se encherem de orgulho, com um time que deve ter quatro vezes menos torcida que o bahia, já os do nosso estado são mal administrado há decadas, com sua torcida encolhendo por falta de ousadia de seus dirigentes.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*