Bahia receberá 10% como taxa de vitrine com venda de Thaciano

Thaciano se despediu do elenco na terça-feira e está de saída

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

O meia Thaciano está de malas prontas para deixar o Esporte Clube Bahia. Emprestado até dezembro, o jogador recebeu uma proposta de um clube da Turquia que foi aceita pelo Grêmio, dono do passe do meio-campista. O Esquadrão tem o direito de cobrir o valor para ficar com o jogador em definitivo, como está definido no contrato, porém, não deve exercer a preferência de compra, mas receberá 10% do valor da venda como taxa de vitrine.

 

Thaciano chegou ao Bahia em abril deste ano, disputou 26 jogos e marcou 5 gols. No treino de ontem (13), ele se despediu dos companheiros no CT Evaristo de Macedo. Mais um titular da equipe de Dado Cavalcanti que deixa o clube. O zagueiro Juninho foi negociado com o Midtjylland, da Dinamarca, por R$ 10 milhões. O Tricolor tinha 50% dos direitos econômicos do defensor.

Nordestino de Campina Grande, na Paraíba, Thaciano Mickael da Silva foi revelado pelo Porto de Pernambuco, onde se profissionalizou em 2014, e se transferiu para o Boa Esporte em 2015. Foi emprestado ao Santos no ano seguinte, disputando 16 jogos e marcando 5 gols pelo time sub-23, onde atuou ao lado do volante Gregore. Retornou ao Boa Esporte se destacou na Série B de 2017, marcando 10 gols em 27 jogos. Contratado pelo Grêmio em 2018, Thaciano ficou três temporadas no time gaúhco, entrando em campo 111 vezes e marcando 12 gols. Foi emprestado ao Bahia no início deste ano e não demorou muito para se firmar como titular, sendo peça importante na conquista da Copa do Nordeste de 2021.

Deixe seu comentário!

4 Comentário

  1. O presidente do Bahia utiliza o clube frequentemente como um balcão de negócios.
    Somente este ano, já negociou uma dezena de atletas. O Bahia se transformou em umas das maiores vitrines do futebol brasileiro. Alguns grandes clubes, emprestam gratuitamente, jogadores considerados reservas de luxo, que estão em baixa. Muitos deles se destacam no Bahia e são negociados em pouco tempo, devido as cláusulas que são impostas pelo clube que cede o jogador.
    Na verdade, a Direção do Bahia usa as competições prioritariamente para negociar jogadores.
    A única preocupação é se livrar do rebaixamento, que já garante uma vaga na Sul americana.
    Vale a pena ser sócio de um clube que o Presidente visa exclusivamente usar o clube para fazer grandes negócios ainda que traga consequências na competição? Esta foi uma das razões que deixei de ser sócio e não pretendo me associar novamente.
    Não vale a pena.

    • Vc disse tudo meu amigo !! Eu por alto citei mais de 20 jogadores do Bahia que belitani vendeu fora os jogadores que ele recebeu taxa de vitrine e somente apurar e veremos oq vc acabou de falar .. eu só coloquei jogadores que eu lembrei ..

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*