Guerra Vencida! BAHIA TETRA CAMPEÃO DO NORDESTE – por Erick Cerqueira

Parabéns a Dado Cavalcanti e a toda comissão técnica!!!

E o único Bi Campeão Brasileiro entre  Minas Gerais e o Alaska, sagrou-se pela quarta vez Campeão da Copa do Nordeste. Agora são 2 Estrelas e 4 Cactus para estampar no seu perfil nas redes sociais, Torcedor do Bahia!

 

CAMPEÃÃÃÃÃÃÃAO, POOOOOOOOOORRA!!!!!!

Desculpa, vou tentar me reequilibrar. 

O Bahia entrou em campo com cara de quem queria jogo, de quem viajou pra quebrar o incômodo tabu de ter perdido o título do ano passado, em casa, para esse mesmo Ceará! Mas com 15 minutos de jogo o ímpeto do time se retraiu e passamos a marcar muito e sofrer pouco. Jogo tenso. Uma cabeçada do Ceará colocou Mateus pra fazer uma defesaça no pé da trave. Matheus Bahia acerta a rede pelo lado de fora. Rodriguinho invade e chuta pra fora. Gilberto briga na área, vence o zagueiro que vinha impecável na marcação dele, toca pra Thaciano que chuta, o goleiro espalma e ele chuta de novo, em cima do goleiro. Duas grandes chances perdidas. Logo na saída, contra-ataque e Vina dribla Teixeira e perde o ângulo pro chute. E foi só.

No segundo tempo o Bahia volta mais ligado. Numa cobrança de escanteio Gilberto cabeceia na mão do zagueirão dos caras. O VAR viu. Rodriguinho chamou a “responça”, botou na cal e furou a defesa que não tomava gol desde a última classificação do ex-rival pra segunda fase do Baiano. Ceará 0x1 BAHIAÇO.

Mas o hino do clube, começa com a corneta (representando alguns torcedores) e grita no seu refrão: MAIS UM, BAHIA! 

Matheus Bahia, GIGANTESCO, puxa um contra-ataque em alta velocidade, vence a marcação no pique e toca pra Rodriguinho. O maestro gira bonito e dá um passe açucarado pra Gilberto. Aquele mesmo que não deu a mão a ele quando perdeu o pênalti. Giba agradece, dribla o zagueiro e faz o segundo. Era o resultado que a gente precisava. 0x2 BAÊA!

Mas o destino é cruel e se não for com sofrimento, não é Bahia! Jael tinha acabado de entrar no jogo e recebe um cruzamento improvável. a bola já ia saindo, o cara salva, cruza e passa por cima de Conti, pro traíra fazer o 2×1 que levava o jogo pros pênaltis. Aí eu levantei e fui tomar banho porque depois dos 40 não tenho mais coração pra essas coisas.

Brilha de novo a estrela do garoto Matheus Teixeira, que saiu do time de transição, pra terceiro reserva do principal, pra virar titular e pegador de pênaltis importantíssimo. O garoto pegou um, o careca que jogou muito do Ceará perdeu outro e fomos TETRA CAMPEÕES DO NORDESTE! Como um velho escriba escreveu na longínqua semana passada: Perdemos a batalha, mas ainda tínhamos uma segunda chance! Depois o pau comeu, com Mendonza ainda nervoso pq ficou minutos no bolso de Nino Paraíba no jogo passado. Rancoroso esse rapaz…

BORA BAÊA MINHA PORRA! CAMPEÃO POOOOOORRRRAAA!!!!

Um triunfo digno da história do Bahia e que serve pra marcar algumas coisas: Pra colocar de vez o artilheiro da competição no Hall da Fama dos grandes atletas do Bahia. Parabéns, Gilberto! Um título pra coroar a gigantesca evolução de Rodriguinho em 2021. Pra consagrar Nino e seu substituto Renan Guedes. Mostrar a Conti “o que é ser Baêa”! Recuperar a confiança do zagueiro Juninho que foi muito bem hoje. Definir a titularidade de Matheus Bahia. Premiar a Copa feita pelo Patrick. O entrega de Jonas, fazendo uma função que não é a dele. A garra de Thaciano.. Recompensar a evolução de Daniel e entrega desmedida (e até exagerada) de Rossi.

Parabéns a Dado Cavalcanti e a toda comissão técnica. Ao presidente Bellintani, tão criticado, mas que finalmente conseguiu seu título importante. E parabéns a Nação Tricolor, que acordou dizendo: hoje é dia de quebrar esse tabu e brocar o Ceará! GANHAMOS, MIZÉRA! VAMOS COMEMORAR! 

PS1. Ah, não podia esquecer de falar de um radialista velho da desgraça que teve a cara de pau de dizer que o Bahia poderia perder 3 competições em uma semana. Só pra constar: classificamos no Baiano, fomos Campeões do Nordeste e só não vencemos o Independiente por um detalhe. Suas previsões estão mais por fora que aqueles áudios insuportáveis de uma professora que não entende porra nenhuma de futebol e gestão, criticando o Bahia e sua diretoria.

PS2 : Pra não perder a conta:

  • 2 TÍTULOS BRASILEIROS
  • 4 COPAS DO NORDESTE
  • 49 CAMPEONATOS BAIANOS (50º loading…)

Comentários:

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*