Fernando Diniz evita procurar culpados após derrota para o Bahia

"Não vamos procurar culpados. O problema não está nas laterais", disse.

Foto: Ivan Storti/Santos FC

Poucos dias após a derrota para o Barcelona do Equador que resultou na eliminação na Copa Libertadores, o Santos estreou no Campeonato Brasileiro da Série A com outra derrota pesada. No sábado, o time paulista levou 3 a 0 do Esporte Clube Bahia, tomando 3 gols num espaço de sete minutos no segundo tempo. Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Fernando Diniz evitou procurar culpados, afirmou que o problema não está nas laterais e assumiu a responsabilidade pelo revés.

 

“Não vamos procurar culpados. O problema não está nas laterais. Perdemos como um todo, assim como ganhamos como um todo na minha estreia. A gente tem que procurar melhorar de maneira geral. Todos têm que participar do sistema defensivo e da organização ofensiva. Isso vamos fazer. O Santos perdeu, não tem setor ou jogador que perdeu. Se tem responsável principal, é o treinador”, finalizou Diniz.

O treinador afirmou que o “apagão” no início do segundo tempo desestruturou a equipe, mas já vira a chave e pensa na partida pela Copa do Brasil, contra o Cianorte.

“Acho que fizemos um primeiro tempo ok, melhores do que o Bahia, com boa posse, acertamos praticamente todas as saídas, mas no segundo tempo tomamos três gols em sete minutos. Desestruturou. A saída estava mais longe de mim no campo também, então os três gols desestruturaram e modificaram muito a história do jogo. Temos que partir do primeiro tempo para melhorar a equipe, virar a chave e fazer um grande jogo na Copa do Brasil”, disse Diniz.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*