Ceará x Bahia: Árbitro relata briga generalizada e cinco expulsões

Jogadores de Ceará e Bahia entraram em confronto após a final da Copa do Nordeste

Foto: Thiago Gadelha

Após a final da Copa do Nordeste, houve uma confusão generalizada no gramado da Arena Castelão. Jogadores de Bahia e Ceará entraram em confronto que precisou da intervenção da polícia para amenizar os ânimos. Na súmula, com ajuda do auxílio do VAR, o árbitro da partida, Dênis Ribeiro Serafim, relatou que Nino Paraíba, que estava suspenso, mas acompanhou o jogo das arquibancadas, invadiu o campo e provocou verbalmente o atacante Jael e deu dois tapas no braço do atacante do Vozão, iniciando assim a confusão. O juiz também confirmou que deu cartão vermelho direto a Daniel e Juninho, ambos do Bahia, além de Mendoza, Gabriel Dias e Jael da parte do Ceará.

 

“Informo que após finalizada a partida, houve um confronto generalizado devido a invasão ao campo de jogo do atleta do EC Bahia, não relacionado na partida, identificado como sr. Severino de Ramos Clementino da Silva (Nino Paraíba), após ter provocado de forma verbal e com um tapa no braço de seu adversário, sr. Jael Ferreira Vieira, número 9. Em seguida, o atleta invasor chutou o rosto e deu um soco no peito em momentos distintos, no seu adversário, sr. John Steven Mendoza Valencia, número 10”.

AS EXPULSÕES

Jael (Ceará): “Expulsei com cartão vermelho direto, após finalizada a partida, o Sr. Jael Ferreira Vieira, número 9 da equipe do Ceará S.C, por golpear com um soco nas costas o atleta do EC Bahia não relacionado na partida, Sr. Severino de Ramos Clementino da Silva (Nino Paraíba), após provocação desse atleta não relacionado. Após isso, o atleta infrator, desferiu um chute na perna de seu adversário, de número 1, Sr. Douglas Alan Schuck Friedrich e golpeou também com um soco no peito do seu adversário de número 7, Sr. Rosicley Pereira da Silva.”

Gabriel Dias (Ceará): “Expulsei com cartão vermelho direto, após finalizada a partida, o Sr. Gabriel Dias de Oliveira, número 94 da equipe do Ceará S.C, por dar um chute na perna do atleta não relacionado na partida, Sr. Severino de Ramos Clementino da Silva (Nino Paraíba). Em seguida, agrediu com um chute na perna e um soco no rosto o seu adversário, número 40, José Carlos Ferreira Junior (Juninho).”

Steven Mendoza (Ceará): “Expulsei com cartão vermelho direto, após finalizada a partida, o Sr. John Steven Mendoza Valencia, número 10 da equipe do Ceará S.C, por dar um chute na perna do atleta do EC Bahia não relacionado na partida, Sr. Severino de Ramos Clementino da Silva (Nino Paraíba), após ter sido agredido com um chute no rosto pelo atleta não relacionado. Após isso, o atleta infrator, pegou uma cadeira na tentativa de agredir o referido atleta não relacionado e precisou ser contido por companheiros de equipe.”

Daniel (Bahia): “Expulsei com cartão vermelho direto, após finalizada a partida, o Sr. Daniel Sampaio Simoes, número 8 da equipe do EC Bahia, por dar dois chutes em momentos sequenciais na altura da barriga do seu adversário, Sr. John Steven Mendoza Valencia, número 10.”

Juninho (Bahia): “Expulsei com cartão vermelho direto, após finalizada a partida, o Sr. José Carlos Ferreira Junior (Juninho), número 40 da equipe do EC Bahia, por dar dois chutes em momentos distintos, um nas costas e um na perna de seu adversário, Sr. John Steven Mendoza Valencia, número 10.”

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*