Presidente do Bahia explica utilização de Pablo no time de transição

“É importante a torcida entender que a gente traz o jogador para o Bahia", disse.

Foto – Felipe Oliveira/EC Bahia

Apesar de ter sido anunciado como reforço para o time principal, o volante Pablo Roberto vem atuando na equipe de transição, que é comandada pelo técnico Cláudio Prates na disputa o Campeonato Baiano. Até aqui, são três jogos, contra Vitória, Fluminense de Feira e Atlético de Alagoinhas. Ele até foi relacionado por Dado Cavalcanti para a partida contra o Altos pela Copa do Nordeste, mas não entrou em campo. O jogador, de 21 anos, foi o primeiro nome anunciado pelo Esquadrão. Ele chegou emprestado pelo Vila Nova até o fim deste ano.

Em entrevista à Rádio Metrópole, o presidente Guilherme Bellintani explicou o motivo pelo qual o jogador está sendo utilizado no time de transição e não na equipe principal.

“É importante a torcida entender que a gente traz o jogador para o Bahia. A depender do momento e da experiência de cada jogador, ele é alocado para o time principal ou transição para ser melhor aproveitado naquele momento. Pablo chegou no mesmo momento em que havia outros jogadores na posição dele no time principal e tem uma disputa muito grande”, disse.

“A gente entende que hoje ele vai ser mais útil no time de transição, mas é um jogador que certamente chegou para compor o elenco profissional. Nesse momento ele está tendo minutagem e jogando no time de transição para daqui a pouco estar alocado no time principal. Certamente irá compor o elenco principal no resto da temporada”, explicou o presidente tricolor.

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*