Meia do Bahia aciona o Fluminense na Justiça e cobra dívida de R$ 487 mil

O jogador entrou com ação no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região

Foto - Felipe Oliveira/EC Bahia

Contratado pelo Esporte Clube Bahia no início de 2020 após não renovar seu contrato com o Fluminense, o meia Danielzinho acionou o clube carioca na Justiça e cobra quase meio milhão de reais. O jogador entrou com ação no Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região no dia 13 de abril. Revelado na base do Fluminense, Daniel subiu para os profissionais em 2016, porém, acabou sendo emprestado a Oeste e Botafogo-SP. Só teve as primeiras oportunidades na equipe principal em 2019, se tornando titular e disputando 74 jogos, com 2 gols marcados. O vínculo encerrou ao final de 2019 e ele preferiu não renovar, assinando com o Esporte Clube Bahia.

 

O site ge destrinchou a cobrança do atleta. veja os valores abaixo:

R$ 164.808,22 de verbas rescisórias (entre saldo de salários, premiações e férias)
R$ 88.666,66 de dobra das férias pelos não pagamentos no prazo correto nos períodos de 2015/2016, 2016/2017, 2017/2018 e 2018/2019
R$ 19.000,00 de multa pelo artigo 477 da CLT
R$ 82.404,11 de multa pelo artigo 467 da CLT
R$ 68.755,81 em FGTS não depositados
R$ 63.545,22 de honorários advocatícios
TOTAL: R$ 487.180,02

 

Deixe seu comentário!

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*