Torcedoras do Bahia se mobilizam contra possível retorno de Jean

Torcedoras pedem que o presidente Bellintani se retrate

Na última semana, surgiu a informação – levantada pelo presidente do Atlético-GO – de que o Esporte Clube Bahia teria feito uma proposta para contratar o goleiro Jean, que foi revelado no clube e atualmente pertence ao São Paulo. O arqueiro teve uma temporada de muito destaque no time goiano, sendo artilheiro, com 6 gols. Em entrevista na última quarta-feira, o presidente Guillerme Bellintani foi questionado sobre um possível retorno do goleiro, e apesar de não confirmar, também não descartou a contratação, além disso, afirmou que não será julgador e acredita que a pessoa que cometeu o erro não pode ser impedido de desenvolver sua profissão. A declaração do mandatário não agradou as torcedoras do Esquadrão, que se mobilizaram nas redes sociais contra o retorno de Jean e cobrando uma retratação de Bellintani.

 

Em dezembro de 2019, quando já pertencia ao São Paulo, Jean, estava de férias em Orlando, e teve um desentendimento com a então companheira, Milena Bemfica, desferindo oito socos em seu rosto. Milena publicou um vídeo nas redes sociais relatando a agressão. Em seguida, o goleiro foi detido e preso por violência doméstica, mas acabou liberado pouco tempo depois, após comparecer a uma audiência.

Torcedoras do Bahia usaram a tag “Poderia ser eu” e alertaram que a Bahia é o estado com maior índice de feminicídio no Brasil. Vale frisar que o Esporte Clube Bahia é um dos clubes do Brasil que com maior engajamento na luta contra problemas sociais, tais como racismo, homofobia, violência contra a mulher, entre outros.

Veja a fala de Bellintani. 

“A gente não comenta contratação, então não vou comentar nenhuma contratação específica. Mas naturalmente aproveitando eu devo dizer que Jean, na verdade, tem uma história dentro do clube, uma história e formação de base e se revelou aqui dentro. Tem um carinho grande pelo Bahia e tem uma marca muito forte recente que foi a agressão forte que ele teve contra a esposa, que vai marcar a carreira dele a vida inteira. Mas eu acho que naturalmente cada um tem que responder pelos seus atos e eu jamais serei o julgador de ninguém, não sou daqueles que acha que se alguém errou em determinado momento, esse erro tem que carregar para a vida toda e não pode mais trabalhar, desenvolver sua profissão. Eu sou contra, absolutamente contra, de que o ser humano, por mais grave o erro que ele possa ter cometido, ele tem que levar isso como pena durante a vida inteira. Eu não acredito nessa forma de ressocialização e recuperação de pessoas”, disse.

Comentários:

8 Comentário

  1. os caras que acham legal agredir mulher estão revoltados com a atitude das torcedoras! ainda tem um babaca usando o super trunfo da “inveja”! jean que fique por lá mesmo

  2. Por me contrata com ressalva no contrato se envolver com problemas particulares envolvendo casos como o q ocorreu lá nos Estados Unidos o contrato será desfeito sem nenhum onos para o clube, o desligamento e imediato pronto. Aceita ou nao

  3. Como entender isto? primeiro os direitos são iguais, depois muitas mulheres querem se colocar em lugar de vitima, se em lugar do jean fosse uma jogadora? será que elas tambem estariam se mobilizando, para imterromper a carreira da tal? Os pontos tem que ser estudado, e analisado, alias o Jean ja esta respondendo pelo erro que cometeu.

  4. Engraçado o Bahia não é um clube democrático que promove diversas ações sociais? Por que essas agonia toda com um possível retorno de Jean? Todo mundo erra parem de hipocrisia

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*