Bahia acerta desligamento do volante Elias; Rescisão é publicada no BID

Elias não estava nos planos do técnico Dado Cavalcanti

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Contratado com o aval do técnico Mano Menezes, porém, fora dos planos de Dado Cavalcanti, o volante Elias não é mais jogador do Esporte Clube Bahia. Nesta segunda-feira, o Esquadrão rescindiu contrato com o atleta, que ficou menos de quatro meses no clube e atuou em 16 jogos, mas sem vingar dentro de campo. A rescisão contratual já foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

 

Natural de São Paulo (SP), Elias Mendes Trindade começou nas divisões de base do Palmeiras, porém, acabou sendo dispensado antes de chegar aos profissionais e em 2005 acertou com o Náutico, onde se profissionalizou. Passou ainda por São Bento, Juventus-SP, Ponte Preta até chegar ao Corinthians, onde ganhou notoriedade, sendo campeão brasileiro (2008) e da Copa do Brasil (2009). Foi negociado com o Atlético de Madrid e também jogou no Sporting-POR. Na volta ao Brasil, defendeu o Flamengo em 2013, onde conquistou a Copa do Brasil. Em nova passagem pelo Corinthians, de 2014 até 2016, fez parte do elenco campeão brasileiro de 2015. Em 2017, após rápida passagem pelo Sporting-POR, acertou com o Atlético-MG onde ficou até o final de 2019.

Elias chegou ao Bahia em setembro a pedido do treinador Mano Menezes. O jogador não havia atuado um jogo sequer em 2020, já que estava apenas treinando no Santos, clube que ele acertou, mas não assinou por conta de punição da FIFA. No Bahia, entrou em campo 16 vezes, cinco pela Copa Sul-Americana e onze pela Série A, mas não mostrou para que veio.

 

Comentários:

3 Comentário

  1. Tomara que depois dessa aprendam a não contratar mais jogadores do Sul, Sudeste etc. com esse perfil, (acima do 30, só por causa do que fez), nunca deu certo e ainda por último houve o exemplo do Vitória que está amargando a derrapada de Sinval Vieira que fez o mesmo ao contratar esses entulhos e deu no que deu, lamentavelmente nossa região é o lixeiro do Sul e Sudeste em todos os aspectos

  2. Ja vai tarde. O Baêa tem que acabar com essa metidologia de contratar jogadores em fim de carreira, assim como jogadores que faxem tudo para sair do Bahia e nao vinga lá fora e depois quer voltar a exemplo de Adriano Mike Jhackson, Jael, lomba e por último Fernandão. Os caras vem ganha o dinheiro e nao fazem nada, guarda o suol para outro timo do sul do paíz.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*