Ceará quer renovar com Guto e admite dificuldades para manter Vina

Presidente do Ceará admite que será difícil manter meia para 2021

Campeão da Copa do Nordeste vencendo o Esporte Clube Bahia na final em pleno Estádio de Pituaçu e o nordestino com melhor aproveitamento no Campeonato Brasileiro, o Ceará já começa a planejar a temporada 2021, que será iniciada com certo atraso já que a Série A edição 2020 só será finalizada em fevereiro. A meta do Vozão é segurar os principais jogadores para o próximo ano e também o técnico Guto Ferreira, que tem despertado interesse dos grandes do sudeste. O presidente Robinson de Castro afirmou que tem interesse na permanência do treinador e vai começar a conversar no início de 2021.

 

“Existe um interesse recíproco. Não tivemos foi tempo ainda para sentar e realmente conversar. A quantidade de jogos é grande, mas agora em janeiro vamos sentar e resolver. Claro que é do meu interesse que ele continue, identificou-se muito com o clube, é um profissional qualificado, e que sabe trabalhar em equipe. Aqui ele encaixou, e vamos tentar um projeto mais longo. Figura bacana. Se Deus quiser vai permanecer com a gente”, falou.

Destaque do Ceará esse ano, o meia Vinícius ainda não recebeu nenhuma proposta oficial, porém, o presidente admite que será difícil manter o jogador, especialmente se chegar alguma oferta do exterior.

“O Vina, para mim, não chegou nada de proposta ainda. É um jogador que vou tentar manter, mas não vai ser fácil. Tem contrato até o fim de 2021, com multa, mas é uma escolha dele. Se quiser ir pro exterior, é difícil concorrer. No Brasil, temos chances. Ele tá muito feliz aqui, fala sempre que se sente bem no clube. Vamos usar nossas armas para mantê-lo aqui”, contou.

Comentários:

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*