Com fim das inscrições, Bahia fecha 2020 com 15 contratações

A contratação que menos agradou foi o atacante Clayson

Foto: Rafael Machado / EC Bahia

Na última sexta-feira foram encerradas as inscrições de novos jogadores para o Campeonato Brasileiro da Série A. Portanto, quem contratou, contratou. No caso do Esporte Clube Bahia, 15 jogadores foram contratados em 2020 (7 a menos que em 2019 quando contratou 22 atletas para o elenco principal). Quatro dos quinze chegaram após a chegada do técnico Mano Menezes: o zagueiro Anderson Martins, o volante Elias, e os recém-chegados Juan Pablo Ramírez e Gabriel Novaes. A primeira contratação do ano foi o meia Daniel, que chegou após não renovar seu contrato com o Fluminense, mas a principal foi o meia Rodriguinho, contratado como vestir a camisa 10 após deixar o Cruzeiro.

 

Desses 15 jogadores, quatro chegaram inicialmente para o time de transição e hoje figuram no elenco principal: Matheus Claus, Ramon, Fessin e Alesson. Contratado por empréstimo junto ao Cruzeiro, o volante Jadson já não faz parte do grupo. Ele rescindiu o contrato de empréstimo e retornou ao clube mineiro. A contratação que menos agradou foi o atacante Clayson, que até aqui não fez valer o investimento de R$ 4 milhões. Anderson Martins atuou pouco temp, enquanto Gabriel Novaes e Juan Pablo Ramirez ainda não estrearam. Os mais regulares durante a temporada foram o lateral Juninho Capixaba e o meia Daniel. Apesar do sistema defensivo ser o maior problema do time esse ano, apenas um zagueiro foi contratado.

Veja todos os reforços contratados pelo Bahia em 2020 (atuaram ou fazem parte do elenco principal)
Goleiros: Matheus Claus;
Zagueiro: Anderson Martins;
Laterais: Zeca e Juninho Capixaba;
Volantes: Elias, Ramon e Jadson;
Meias: Rodriguinho e Daniel;
Atacantes: Fessin, Rossi, Clayson, Alesson, Gabriel Novaes e Juan Pablo Ramirez.

Comentários:

1 Comentário

  1. Encerrou com muita incopetência o ciclo de contratações, pois liberou 2 zagueiros, ficando apenas com 4. E, mesmo tendo a segunda pior defesa do campeonato, nada fez a não ser piorar com a contratação de Anderson Martins, fora de forma, sem rítmo, em fim de carreira. Deixou de contratar um bom atacante e um bom meia.
    Nada a comemorar, a não ser decepções fim de 2019 em todo ano de 2020.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*