Bahia vence o Fortaleza, engata 3 triunfos seguidos e pula para o 9º lugar na Série A

Bahia emplaca três triunfos seguidos atuando na Arena Fonte Nova

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

A volta da Arena Fonte Nova fez muito bem ao Esporte Clube Bahia, que na noite desta quarta-feira (11), emplacou o terceiro triunfo seguido no estádio ao vencer o Fortaleza pelo placar de 2 a 1, em duelo atrasado e de complemento da 18ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A. Juninho e Gilberto marcaram os gols do tricolor baiano, enquanto Bergson anotou o tento do tricolor cearense. Com o triunfo, o Esquadrão chegou aos 25 pontos, saltando CINCO posições na tabela de classificação, saindo do 14º e se instalando no 9º lugar, ultrapassando Atlético-GO, Fortaleza, Ceará, Corinthians e Sport-PE. Já o Leão do Pici amargou sua terceira derrota seguida e caiu para a 12ª posição com 24 pontos.

 

O jogo começou com uma pressão inicial do Fortaleza, que tinha mais a bola no pé e rondou a área do Bahia, mas não conseguiu criar chances claras de gol, enquanto o Esquadrão ficou pouco tempo com a bola nos primeiros 20 minutos e se apresentava pouco agressivo. Porém, aos 24, os Juninho’s do Bahia resolveram aparecer. Juninho Capixaba matou a bola, parou, pensou, e cruzou na área, o goleiro Felipe Alves saiu catando borboletas e o zagueiro Juninho se antecipou a mandou para o fundo da rede, abrindo o placar na Fonte Nova. O gol animou o time baiano que passou a dominar. Aos 40 minutos, o VAR chamou o árbitro para analisar um possível lance de expulsão após entrada forte do zagueiro Paulão em Juninho Capixaba, mas o juiz manteve a chapa amarela.

No segundo tempo, o Bahia seguiu dominando e pressionando o Fortaleza, criando boas oportunidades de aumentar o placar, uma delas com Élber cara a cara com o goleiro Felipe Alves. Aos 11 minutos, o zagueiro Paulão escapou novamente da expulsão, após fazer uma falta no atacante Gilberto e como era o último homem, levaria o segundo amarelo e depois o vermelho, porém, o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães ignorou a falta. No momento em que o Bahia era melhor em campo, o Leão do Pici foi chegando aos poucos e nos 19 minutos, empatou com Bergson cabeceando no ângulo do goleiro Douglas. A reação do Bahia foi rápida, com pênalti sofrido por Gilberto e convertido aos 25 minutos. O Tricolor Baiano teve chances para ampliar, mas parou no goleiro Felipe Alves. Mano recuou o time e acabou tomando um sufoco daqueles nos minutos finais.

Após três jogos seguidos na Arena Fonte Nova (Melgar, Botafogo e Fortaleza), o Esporte Clube Bahia agora terá duas partidas consecutivas fora de Salvador. O próximo compromisso é na segunda-feira (16), às 18h, contra o Coritiba, no Estádio Couto Pereira. Na sequência, embarca para Bragança Paulista onde enfrenta o Red Bull Bragantino, no dia 20, uma sexta-feira, às 20h, no Estádio Nabi Abi Chedid. O Esquadrão só volta a jogar na capital baiana no dia 24, pela Copa Sul-Americana, contra o Unión Santa Fe, da Argentina, pela partida de ida das oitavas de final.

FICHA TÉCNICA
BAHIA 2 X 1 FORTALEZA
Campeonato Brasileiro (18ª rodada)
Local: Arena Fonte Nova, Salvador
Data e Hora: Quinta-feira (11/11/2020), 18h45
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães

GOLS: Juninho e Gilberto (Bahia) / Bergson (Fortaleza)

BAHIA
Douglas; Nino Paraíba (Elton), Lucas Fonseca, Juninho e Juninho Capixaba; Ronaldo, Edson (Anderson Martins) e Daniel (Rodriguinho); Élber (Clayson), Fessin e Gilberto (Saldanha). Técnico: Mano Menezes.

FORTALEZA
Felipe Alves; Gabriel Dias, Roger Carvalho (Carlinhos), Paulão e Bruno Melo; Juninho, Felipe (Tinha) e Romarinho (Ronald); Osvaldo (Yuri César), David (Wellington Paulista) e Bergson. Técnico: Marconne Montenegro.

Autor(a)

Fellipe Costa

Administrador e colunista do site Futebol Bahiano. Contato: futebolbahiano2007@gmail.com

Deixe seu comentário