Nos pênaltis, Bahia despacha o Ceará e avança na Copa do Brasil Sub-20

Bahia venceu por 6 a 5 a disputa por pênaltis o CT Praia do Forte

Foto: Rafael Machaddo / EC Bahia

Após eliminar o Fluminense do Piauí na primeira fase, o Esporte Clube Bahia avançou às oitavas de final e no jogo de ida venceu o Ceará no por 2 a 1, em Fortaleza. Com isso, o Esquadrãozinho entrou em campo na tarde desta quarta-feira (28), no CT Praia do Forte, em Mata de São João, com a vantagem do empate para avançar às quartas de final da Copa do Brasil Sub-20. O Bahia não jogou com o regulamento debaixo do braço, foi para cima e abriu o placar aos 20 minutos do primeiro tempo com Thiago. No entanto, no final da primeira etapa, o time tricolor ficou com 10 em campo após a expulsão de Barcellos, mudando a história do confronto.

 

Com a superioridade numérica, o Ceará voltou para o segundo tempo disposto a buscar a virada, e conseguiu em menos de 10 minutos. Vinicius Rayan (2min) e Marco Antônio (7min) marcaram os gols do time cearense, devolvendo o placar da ida, empatando no placar agregado e forçando a disputa por pênaltis. Nas penalidades, o Bahia levou a melhor e venceu por 6 a 5, se classificando para enfrentar nas quartas de final o São Paulo que, por sua vez, eliminou o Coritiba também nos pênaltis hoje à tarde.

A Copa do Brasil Sub-20 é disputada por 32 clubes, sendo que 27 são os campeões estaduais da categoria no ano anterior e outros cinco são os vice-campeões estaduais das cinco federações mais bem colocadas no Ranking Nacional de Federações. Na 1ª Fase, os 32 clubes se enfrentam em 16 jogos únicos e os vencedores avançam para as oitavas de final. A partir das oitavas de final, os confrontos são em jogos de ida e volta, passando por quartas de final, semifinal e final. A competição é disputada desde 2012 e a sua primeira edição teve como campeão o Esporte Clube Vitória, que venceu o Atlético-MG na final. No entanto, o maior vencedor é o São Paulo, que possui três títulos conquistados em 2015, 2016 e 2018. Os demais campeões foram o Internacional (2014), Atlético Mineiro (2017) e Palmeiras (2019).

Deixe seu comentário

1 Comentário

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*