Muda Bahia! ‘Na mudança de atitude não há mal que não se mude’

"A chegada de Mano Menezes é apenas uma das várias mudanças necessárias"

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

Apático, sem brilho, sem esforço, sem luta, sem raça, esse é o Bahia que o torcedor tem visto em 2020. O planejamento equivocado do presidente e seu diretor, as impensadas contratações, a predileção por jogadores no elenco que já não produzem o suficiente para justificarem suas permanências e, não menos importante, a dispensa de atletas identificados com o clube, a exemplo do meia Vinicius, a pouca preocupação no que diz respeito ao futebol dentro de campo enfraquecem a confiança do torcedor tricolor por dias melhores.

 

A chegada de Mano Menezes é apenas uma das várias mudanças que precisavam ser realizadas pelos mandatários do Tricolor, no entanto, Mano não é mágico, o time do Bahia é limitado, carece de reforços em todas as posições. O sistema defensivo é o setor mais precário, com a pior defesa do campeonato, zagueiros lentos que não passam confiança.

Laterais que nunca vão ao fundo cruzar, volantes que não tem características de aproximação, com exceção de Danielzinho e do esquecido Ramon, volante que se destacou no Campeonato Baiano jogando pelo time sub-23. O setor de criação vive da Rodriguinho dependência. Torcedor, na sua opinião, o Bahia precisa contratar quantos jogadores e em quais posições?

É preciso que a Diretoria saia do discurso acomodado de “esperar por oportunidades no mercado” e definitivamente, ir a luta, reforçar o elenco tricolor. Agora chegou a vez do Tricolor investir no futebol, o torcedor quer ver seu time ganhando. Com mudança de atitude não há mal que não se mude.

Marcelo Elói, torcedor do Bahia e colaborador do Futebol Bahiano.

Deixe seu comentário

1 Comentário

  1. Se colocou muita expectativa nas mãos de Mano Menezes. Sinceramente nunca vi nada de extraordinário nesse treinador. Eu ainda prefiro Roger Machado. Duvido que em alguma partida no comando de Roger o Bahia tenha jogado tão mal como o fez nessa partida contra o Atlético/GO.

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*